Com muitos desfalques, o Fluminense somente empatou neste sábado com o Duque de Caxias, sem gols, pela segunda rodada da Taça Rio. Sem Diego Cavalieri, Jean e Fred, que estão com a seleção brasileira, e também outros jogadores lesionados, o Flu não jogou bem. Chegou a pressionar o time da Baixada Fluminense, principalmente na primeira etapa, mas não conseguiu marcar o gol da vitória.

O meia Deco, de volta depois de ter sido poupado na última rodada, teve atuação discreta. O destaque do Fluminense foi Wagner, mais uma vez em lugar de Thiago Neves, que segue lesionado. O meia mandou uma bola no travessão, no primeiro tempo, e outra na trave, no segundo. Também desfalcaram o Flu o lateral direito Bruno, seu substituto imediato Wellington Silva, além dos reservas Valencia e Anderson.

“Jogamos bem, pressionamos, foi um jogo de só uma equipe. Pena que faltou o gol. Mas o futebol é assim”, disse Wagner. Para Rafael Sobis, que entrou no segundo tempo, faltou qualidade na hora da finalização. “É nosso problema de momento: estamos criando muito, mas concluindo pouco”.

O JOGO. O Fluminense dominou o primeiro tempo. Logo aos 3 minutos, Wellington Nem recebeu ótimo passe de Wagner, invadiu a área e bateu, mas o goleiro Fernando conseguiu defender com os pés. Três minutos depois, em cobrança de falta, Wagner chutou rasteiro, por baixo da barreira, mas o goleiro do Duque de Caxias caiu para fazer a defesa.

Melhor em campo, Wagner acertou o poste pela primeira vez aos 23, em bela cobrança de falta que parou no travessão. Aos 44, o meia fez ótima jogada, passou por dois marcadores e chutou da entrada da área, mas a bola subiu muito.

Na segunda etapa, apesar de seguir com o domínio do jogo, o Fluminense não conseguiu criar tantas chances. A entrada de Rhayner em lugar do volante Edinho chegou a surtir algum efeito, mas não o suficiente. Aos 17 minutos, Wagner acertou mais uma vez o poste: o meia recebeu a bola fora da área e arriscou forte – na trave.

Os jogadores do Duque de Caxias reclamaram de pênalti não marcado em Charles Chad, que foi empurrado dentro da área por Wallace aos 31. No primeiro tempo, Wellington Nem também havia reclamado de pênalti após dividida com o goleiro Fernando, mas o juiz, da mesma forma, não marcou.

No fim do jogo, o técnico Abel Braga desceu para o vestiário do estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), antes mesmo do apito final.

DUQUE DE CAXIAS 0 X 0 FLUMINENSE

DUQUE DE CAXIAS – Fernando; Iago Santos, Paulão, Sérgio Raphael e Antônio Carlos Ratinho; Dudu, Renan Silva, Lucas e Otávio (Digão); André Gomes (Rafinha) e Charles Chad (João Carlos). Técnico: Mário Marques.

FLUMINENSE – Ricardo Berna; Wallace (Felipe), Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Diguinho, Edinho (Rhayner), Deco e Wagner; Wellington Nem e Samuel (Rafael Sobis). Técnico: Abel Braga.

ÁRBITRO – Grazianni Maciel Rocha (RJ).

CARTÕES AMARELOS – Sérgio Raphael, Antônio Carlos, Lucas e Dudu (Duque de Caxias); Diguinho (Fluminense).

RENDA – R$ 17.605,00.

PÚBLICO – 1.288 pagantes

LOCAL – Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).