Barcelona – Só há um jeito de irritar o técnico do Barcelona, o time que joga o melhor futebol da Europa: dizer que o Campeonato Espanhol está ganho. ?O que quer dizer que está ganho? Que podemos relaxar e trabalhar pouco?

Que não precisamos mais lutar dentro de campo? Nada disso. Queremos seguir ganhando os jogos, porque esta é a filosofia deste clube?, disse o holandês Frank Rijkaard, que hoje colocará sua equipe em campo para enfrentar o Getafe no Camp Nou às 17h (com transmissão ao vivo da Band).

Ganhar, para o Barcelona, significa fazer muitos gols. Foram 66 em 28 jogos, dos quais 43 marcados pelo trio Eto?o (20), Ronaldinho Gaúcho (14) e Larsson (9). Tirando Real Madrid, que fez 50, nenhum time do campeonato chegou a 40.

O Barça tem 11 pontos de vantagem sobre o Real Madrid e 12 sobre o Valencia, a dez rodadas do final. Rijkaard admite que é uma diferença ?notável?, mas nada que lhe permita dizer que o bicampeonato está garantido. ?Qualquer time pode complicar a vida dos grandes, como ficou claro no fim de semana com a derrota do Valencia para o Racing e o empate em casa do Real Madrid com o Betis.?

Ele não poderá escalar Edmílson nem o mexicano Rafa Marquez – ambos sofreram lesões musculares no jogo de sábado contra a Real Sociedad e também não jogarão semana que vem contra o Benfica na abertura das quartas-de-final da Copa dos Campeões.

Como as próximas duas semanas serão cheias de compromissos pelo Campeonato Espanhol (o clássico com o Real Madrid será dia 1.º) e pela competição européia, Frank Rijkaard decidiu dar um descanso ao atacante sueco neste jogo.

Ele não foi nem convocado para a partida e seu lugar será ocupado por Ezquerro ou pelo francês Giuly.

Thiago Motta, que cumpriu suspensão contra a Real Sociedad, voltará ao meio-de-campo.