Com uma postura ofensiva desde os minutos iniciais do jogo, e, principalmente, sobrando ao longo de toda a partida, o Atlético venceu o Vitória por 4×0, neste domingo (29), na Arena da Baixada. Os gols foram marcados por Marcelo Cirino, Marcinho e o estreante Wellington, ainda no primeiro tempo, e por Pablo, no segundo. A conquista dos três pontos, válidos pela 16ª rodada, é fundamental para que o time possa iniciar uma reação no Campeonato Brasileiro.

Mesmo ainda figurando na zona de rebaixamento, com 13 pontos, o Furacão emendou sua segunda vitória convincente na temporada e vem se mostrando um time muito coerente em campo, se comparado ao que apresentava antes da parada para a Copa do Mundo.

Dominando o primeiro tempo, o Rubro-Negro marcou três vezes, mas teve chances de ampliar ainda mais a vantagem ainda nos 45 minutos iniciais da partida.

Aos 11 minutos, saiu o primeiro gol do Furacão. Jonathan cruzou da direita e Marcelo Cirino cabeceou para o fundo das redes. O meia-atacante já tinha se mostrado fundamental para o Atlético na partida contra o Peñarol, pela Sul-Americana, quando marcou uma vez e levou a falta que causou a expulsão do jogador adversário.

Veja como foi o jogo entre Atlético e Vitória!

Aos 18, uma chance clara para o Atlético marcar novamente.  Marcelo Cirino recebeu na ponta direita e cruzou rasteiro. Pablo recebeu do outro lado e sozinho, na cara do gol, mandou a bola para fora, do lado direito do goleiro Ronaldo.

Mas aos 21, o segundo gol do Rubro-Negro veio. Marcelo Cirino passou para Pablo, na direita, que cruzou para Marcinho mandar para o fundo das redes. Na comemoração, o meia homenageou fez o gesto de embalar uma criança, eternizado por Bebeto na Copa de 1994. A namorada do jogador, a ex-panicat Babi Muniz, está grávida do primeiro filho do casal.

O Furacão não parou por aí. Aos 46 minutos, Wellington arrancou do meio de campo, passou para Renan Lodi na esquerda, que deu um forte chute. O goleiro Ronaldo, ao defender, mandou a bola para a área e Wellington, que chegava de trás, marcou o terceiro do time no jogo. O volante foi confirmado há poucos dias pelo Atlético e fazia sua estreia pela equipe.

O Atlético voltou para a segunda metade do jogo pressionando, mas o Vitória tentava se fechar ao máximo para evitar ainda mais prejuízo. A estratégia dos visitantes não funcionou.

Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

Aos 24, Nikão cruzou da esquerda para Pablo cabecear e transformar o jogo em “passeio”. O atacante, que vinha de gols “feitos” perdidos no jogo contra o Peñarol e também no primeiro tempo, se redimiu e deixou o dele, fechando a goleada.

A boa média de gols é importante na competição e, por esse critério, o Atlético está à frente do Paraná Clube na tabela, já que ambos somam 13 pontos, mas o Furacão tem um saldo de menos dois, enquanto o Tricolor de menos 14.

O próximo compromisso do Rubro-Negro pelo Campeonato Brasileiro será contra o Corinthians no domingo (4), às 21h.

FICHA TÉCNICA

BRASILEIRÃO
1º Turno – 16ª Rodada

ATLÉTICO 4X0 VITÓRIA

Atlético
Felipe Alves; Jonathan, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington (Matheus Rosseto), Bruno Guimarães e Raphael Veiga; Marcinho (Nikão), Pablo e Marcelo Cirino (Crysan).
Técnico: Thiago Nunes

Vitória
Ronaldo; Ramon, Kanu, Ruan Renato e Bryan; Arouca (Erick), Willian Farias; Lucas Fernandes (Wallyson), Neilton e Yago; André Lima (Marcelo Meli).
Técnico: Vagner Mancini

Local: Arena da Baixada
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Gol: Marcelo Cirino, 11, Marcinho, 21, Wellington, 46, do 1º; Pablo, 24 do 2º
Cartões amarelos: Bruno Guimarães, Renan Lodi (CAP); Ramon, Neílton, Ruan Renato, Bryan, Kanu (VIT)
Público total: 9.795
Renda:
R$ 155.230,00