Após a vitória por 1×0 em cima do Internacional, no jogo de ida da final da Copa do Brasil, o técnico Tiago Nunes declarou que vai usar as experiências positivas e negativas que o Athletico teve durante esta temporada para fazer valer o placar favorável conquistado. O gol marcado por Bruno Guimarães, aos 12 minutos da segunda etapa, deu ao Furacão uma importante vantagem para o segundo e decisivo encontro dos times, que acontece na próxima quarta-feira (18).

+ Leia também: Inter promete “entregar a vida” pra conquistar o título contra o Athletico

Qualquer empate dá o título ao Rubro-Negro, mas, para o treinador, esse gol de vantagem feio na Arena da baixada não define o que acontecerá na finalíssima. Por isso, ele pede foco total.

“Em uma final tão parelha, qualquer vantagem não é determinante, mas é importante. Vencemos o primeiro jogo, temos todo o segundo no Beira Rio e temos que estar emocionalmente preparados, muito concentrados para merecer o título da Copa do Brasil”, explicou.

+ Mais na Tribuna: O que o Furacão precisa pra ser campeão?

Tiago lembrou de situações em que o Athletico largou na frente, mas não conseguiu manter a vantagem, como a final da Recopa Sul-Americana, diante do River Plate. Na Arena da Baixada, o Furacão saiu com 1×0 no placar, mas no Monumental de Núñez acabou sentindo a pressão da casa adversária e perdeu por 3×0. Para ele, a lição aprendida vai ser de muita valia nesta nova final.

“Temos que manter a postura. O Inter é uma equipe que propõe o jogo e em casa devem ser mais agressivos. Temos bastante amostragem, passamos por situação parecida neste ano. O jogo com o River nos deu ensinamento”, explicou.

+ Relembre personagens do nosso futebol no novo episódio do Podcast De Letra!

O técnico destacou também os confrontos importantes que o Rubro-Negro teve na temporada, como as quartas de final da competição, quando eliminou o Flamengo em pleno Maracanã lotado. Com isso, as vivências do elenco servirão para a equipe chegar preparada.

+ Viu essa? Os melhores e os piores do Athletico na primeira final

“Vamos tirar o máximo do que tivemos na temporada para sermos fortes mentalmente e fisicamente e, assim, buscar resultado positivo no Beira Rio”, finalizou.