Santos por pouco não saiu como herói do Athletico, mas mostrou confiança em classificação. Foto: Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube

O Athletico deixou a vitória diante do Londrina escapar no final do jogo. O Furacão vencia até os 44 do segundo tempo, quando levou o empate e ficou no 1×1, no último domingo (19), pelo jogo de ida das quartas de final do Paranaense.

Apesar de o goleiro Santos ter defendido uma cobrança de pênalti, o Rubro-Negro sofreu o empate em um apagão da defesa e foi o único a não vencer como visitante na rodada.

Na saída de campo, o arqueiro avaliou o lance do gol como uma “bobeira”. “Fizemos um jogo bom e fiquei feliz em pegar o pênalti, mas infelizmente demos bobeira e levamos o empate”, disse ele, ao DAZN.

Santos não atuava desde janeiro, quando o Rubro-Negro jogou com o Flamengo pela Supercopa do Brasil. No mês seguinte ele sofreu uma lesão no joelho, o que o tiraria do Paranaense se não fosse a parada por causa da pandemia. O goleiro conseguiu se recuperar a tempo de jogar o Estadual e a sequência das competições.

Com o resultado, o Athletico precisa de uma vitória simples para avançar às semifinais da competição. Santos, que renovou contrato até 2023 e deve ser titular na partida de volta, acredita na classificação. “Ainda temos 90 minutos para decidir esse jogo. Esperamos que possamos vencer em casa e conquistar essa vaga”, finalizou.

O segundo jogo contra o Londrina acontece nesta quinta-feira (23), às 18h, com mando do Rubro-Negro. A Federação Paranaense de Futebol (FPF) ainda não homologou a partida.

+ Mais do Furacão:

+ Veja os gols do empate do Athletico com o Londrina
+ Cristian Toledo: Furacão não confirma o favoritismo


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?