O lateral-direito Madson admitiu que o elenco recebeu com tristeza a notícia de que Tiago Nunes não seguiria à frente do time do Athletico, mas que agora é o momento de seguir em frente. Na última quarta-feira (6), o Furacão recebeu o Cruzeiro na Arena da Baixada e ficou no empate em 0x0.

Após a partida, o atleta deixou claro que o bom trabalho terá continuidade e mostrou total apoio a Eduardo Barros, técnico interino que esteve à frente da equipe na partida contra a Raposa.

“ (O grupo) Recebeu logicamente com um pouco de tristeza, porque o Tiago vinha fazendo um trabalho excelente. O padrão de jogo a gente vinha fazendo no automático, a gente sabe o que tem que fazer, o Eduardo (Barros) só vai dar continuidade”, explicou.

Porém, apesar da tristeza pela saída, o grupo soube entender os motivos da saida de Tiago e que isso não deve interferir na metodologia de trabalho do clube. Além disso, Madson ressaltou que o novo comandante tem as mesmas características do anterior.

“Foi uma decisão dele e a gente tem que respeitar. Sentimos um pouco, mas o professor Eduardo vai dar continuidade. Ele sempre acompanhava nosso treinamento. O conceito de jogo continua igual, não muda nada. Um jogo de muita intensidade, de pós-perda forte com pressão no adversário”, avaliou.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Ainda que tenha todos os elogios ao antigo treinador, Madson aposta agora no que virá no Rubro-Negro. “Comentar o quê? Foi, ou é, o maior técnico da história do Athletico, ganhou os principais títulos, mas agora já passou, não tem como voltar atrás”, finalizou.

+ Mais do Furacão:

+ Presidente do Corinthians ataca Petraglia e Athletico no caso Tiago Nunes
+ Tiago Nunes vira assunto na Arena e é criticado pela maioria da torcida