Bruno Guimarães foi capitão da seleção brasileira no pré-olímpico. Lucas Figueiredo/CBF

Capitão da seleção brasileira olímpica, o volante Bruno Guimarães, ex-Athletico, fez um apelo ao Comitê Olímpico Internacional (COI) para que o limite de idade do futebol nos Jogos de Tóquio seja revisto.

A competição é sub-23, mas com o adiamento para 2021, ainda sem data oficializada, diversos jogadores que disputaram o pré-olímpico não poderiam ser inscritos no torneio.

“Faço um pedido ao COI para que altere a idade olímpica. Que aumentem para 24 anos para que nenhum atleta seja prejudicado por um momento extracampo do qual não temos culpa. Faço esse pedido para que usem do bom senso para que ninguém seja prejudicado”, disse Bruno, que hoje defende o Lyon, da França.

Além de Bruno, outros 12 jogadores que disputaram o Torneio Pré-Olímpico, na Colômbia, com a seleção brasileira completarão 24 anos em 2021. Os goleiros Cleiton (Red Bull Bragantino) e Ivan (Ponte Preta), os zagueiros Robson Bambu (Athletico), Nino (Fluminense) e Ricardo Graça (Vasco), os laterais Caio Henrique (Grêmio) e Iago (Augsburg), os meias Maycon (Shakhtar), Douglas Augusto (PAOK) e Matheus Henrique (Grêmio), e os atacantes Pepê (Grêmio) e Bruno Tabata (Portimonense).

+ Adaptação na França, quarentena e status de ídolo: a vida de Bruno Guimarães na França

Outros nomes importantes que não participaram da disputa também não poderiam ser chamados, como o meia Lucas Paquetá, do Milan, e Gabriel Jesus, do Manchester City, por exemplo.

Em comunicado oficial, a Fifa afirmou que já estuda uma possível alteração no regulamento. Vale lembrar que cada seleção também pode convocar três jogadores acima do limite de idade.

+ Podcast De Letra: Petraglia é o maior personagem da história do Athletico?

“A Fifa acredita firmemente que a saúde e o bem-estar de todas as pessoas envolvidas em atividades esportivas devem sempre ser a maior prioridade e, como tal, saudamos a decisão de COI de hoje. Além da decisão do COI, a FIFA trabalhará com as partes interessadas para tratar de todos os principais assuntos relacionados a este adiamento”, disse nota da entidade.

+ Mais do Furacão:

+ Rafael Greca descarta usar Arena como hospital durante pandemia
+ Jogadores do Athletico não aceitam redução de salários na pandemia
+ Quem passou e quem está de recuperação no “vestibular” do Athletico
+ Athletico busca zagueiro que atua na Universidad Católica, do Chile