O Athletico amargou sua primeira derrota em casa na temporada com jogadores de seu elenco de cima. Na tarde deste domingo (19), o Furacão encarou o Corinthians com um time alternativo na Arena da Baixada e perdeu por 2×0. A opção do técnico Tiago Nunes por poupar seus titulares se deu pela preocupação com o compromisso com o River Plate, nesta quarta-feira (22), pela Recopa Sul-Americana.

+ Veja como foi o jogo no lance a lance

Com um time reserva, o Furacão bem que tentou de todas as formas, mas não conseguiu vencer os paulistas. O time foi insistente, mas não teve êxito em fazer a bola entrar. O comandante atleticano escalou seu time de ponta a ponta com jogadores que, neste ano, estão habituados a começarem as partidas no banco. Entre os escolhidos para o compromisso, a maior novidade ficou por conta da escalação do goleiro Caio, que neste ano sequer tinha entrado em campo. Esperava-se que ao menos Santos fosse mantido na meta.

Ainda que o Furacão tenha começado pressionando nos primeiros minutos de jogo, foi o Corinthians que abriu o placar. Jadson cruzou na área para Vagner Love que de cabeça mandou para o fundo das redes deixando o Timão na frente.

Após sofrer o gol, a produção do Athletico caiu e o arremate a gol mais perigoso que a equipe conseguiu criar foi somente aos 33 minutos com Braian Romero. O argentino avançou com velocidade no contra-ataque e chutou uma bola rente à trave do goleiro corintiano.

+ Confira a classificação do Brasileirão

A possibilidade de gol voltou a animar o time que conseguiu outras chances com Lucas Halter de cabeça aos 38, e aos 43 com Tomás Andrade.
Como estratégia para segurar o placar, o goleiro Cássio, do Corinthians, valorizava a cada posse de bola que tinha, sendo muito vaiado pela torcida.

Em um final de primeiro tempo tenso, com forte pressão do Furacão para cima do Corinthians, o Athletico teve um gol de Thonny Anderson anulado por impedimento já aos 49 minutos.
Na segunda etapa, o Rubro-Negro voltou a se mostrar perto do gol. Muito presente no ataque, a impressão é de que o gol de empate estava próximo de sair. Aos 14, após rebote de Cássio, Braian Romero balançou as redes, porém mais uma vez houve o impedimento. O VAR chegou a ser consultado e a anulação foi confirmada.

Por mais que o Furacão tentasse insistentemente, não conseguia mudar a história da partida. E quando o jogo já se encaminhava para o final, Lucas Halter falhou e Pedrinho se aproveitou pra fazer 2×0. Com o time principal, o Athletico tinha vencido todos seus cinco compromissos anteriores – três pela Libertadores e dois pelo Campeonato Brasileiro – na Arena da Baixada em 2019.

Pelo Brasileirão, o Athletico volta a campo no próximo domingo (26), diante do Flamengo no Maracanã. Antes disso, encara os argentinos do River Plate pelo jogo de ida da Recopa Sul-Americana.

Ficha Técnica

BRASILEIRÃO

1º Turno – 5ª Rodada
Athletico 0x2 Corinthians

Athletico
Caio; Madson, Robson Bambu (Khellven), Lucas Halter e Márcio Azevedo; Matheus Rossetto, Léo Cittadini e Tomás Andrade (Vitinho); Marcelo Cirino, Braian Romero e Thonny Anderson (Bruno Nazário).
Técnico: Tiago Nunes

Corinthians
Cássio; Fagner, Henrique, Manoel e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso, Ramiro (Richard), Jadson (Pedrinho) e Mateus Vital (Gustavo); Vagner Love.
Técnico: Fábio Carille

Local: Arena da Baixada
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ)
Gols: Vagner Love, 13 do 1ºT; Pedrinho, 42 do 2º (COR)
7Cartão amarelo: Ralf, Jadson, Cássio, Júnior Urso (COR)

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!