A temporada 2019 está acabando e o Athletico já está pensando em 2020. Mais precisamente no time de aspirantes. Enquanto o elenco principal entrará de férias a partir da próxima segunda-feira (9), a garotada iniciará os trabalhos para a disputa do Campeonato Paranaense do ano que vem, que começará no dia 18 de janeiro.

E mais uma vez o Furacão apostará em jovens atletas, que podem ter potencial de subirem para a equipe de cima para a disputa de Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. Até por isso, já foi ao mercado em busca destes talentos prodígios.

O primeiro deles é o volante Léo Gomes, contratato em junho, mas que se apresenta apenas em janeiro. Aos 22 anos, o jogador foi titular do Vitória ao longo da Série B, disputando 27 jogos, sendo titular em 24 oportunidades. E tem características dentro daquilo que o Rubro-Negro busca.

Segundo volante, Léo Gomes pode ser considerado o substituto de Bruno Guimarães, que está perto de se transferir para o Atlético de Madrid, da Espanha, na janela de janeiro. O atleta tem como principais características a marcação, o passe e também a transição para o ataque.

Porém, ao contrário do camisa 39 atleticano, não costuma aparecer tanto na área como um elemento surpresa. É mais um garçom do que um finalizador. Tanto que só marcou um gol como profissional, na vitória do Vitória por 2×1 sobre o Operário, na 37ª rodada. Gol, aliás, que foi fundamental para o rubro-negro baiano escapar do rebaixamento para a Série C.

Abner Vinícius foi contratado a peso de ouro, mas com Adriano e Márcio Azevedo no time principal, deve atuar no Paranaense. Foto: Albari Rosa

Além dele, outros jovens foram contratados ao longo de 2019 e não tiveram muito espaço, mas devem ser aproveitados no Aspirantes. Como o goleiro Anderson, de 21 anos, que veio emprestado do Palmeiras até o final do ano, mas já tem um acordo para permanecer em definitivo, e o lateral-esquerdo Abner Vinícius, de 19 anos, que foi comprado da Ponte Preta por R$ 10 milhões. Ainda tem a situação do atacante Pedrinho, 20 anos, emprestado pelo Oeste até o final do ano, mas com opção de compra.

Sem contar os garotos da base que jogaram no time principal, mas podem ficar à disposição no Campeonato Paranaense, casos do zagueiro Lucas Halter, de 19 anos, e do atacante Vitinho, de 20.

Anderson pode ser o goleiro titular do Aspirantes do Athletico em 2020. Foto: André Rodrigues

Dentro do projeto do Furacão, nomes mais experientes devem fazer parte do elenco do Estadual, que ainda não tem um técnico definido. Pode ser que nomes sejam contratados com vínculos curtos, como foi com o zagueiro Emerson e o volante Pierre, em 2018, e o meia Marquinho, em 2019, para ajudar nesta maturidade da garotada, que vem ganhando espaço e virando uma realidade dentro do clube.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Vale lembrar que neste planejamento, jogadores como o zagueiro Léo Pereira, o lateral-esquerdo Renan Lodi, o lateral-direito Khellven e o volante Bruno Guimarães surgiram no Paranaense e viraram titulares no principal em seguida.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico vende ingressos com promoção pra despedida do Brasileirão
+ Nikão não joga mais pelo Athletico nesta temporada

[iframe src=”https://especiais.tribunapr.com.br/wp-content/uploads/2018/09/whats-tribuna.html” width=”100%” height=”250″ style=”max-height:250px; overflow:hidden;” scrolling=”no”