O Athletico confirmou, na noite de quarta-feira (18), a contratação do zagueiro Felipe Aguilar. O colombiano, de 27 anos, assinou contrato por quatro anos com o Furacão, que pagou cerca de R$ 10 milhões para tirar o atleta do Santos.

“Soube do interesse do clube e todo mundo me falou maravilhas daqui. Eu também já conhecia o Athletico pela sua história e pelo que ganhou nos últimos anos. Vendo de perto, é incrível tudo o que o clube tem. Então, aceitei a proposta porque tenho a motivação de continuar crescendo”, disse o defensor, em entrevista ao site oficial atleticano.

Aguilar esteve no CT do Caju na última quarta para assinar o contrato e realizar os exames médicos. Foi uma exceção realizada pelo Ahtletico, que fechou suas portas e encerrou as atividades por tempo indeterminado, por conta do coronavírus. Inclusive, o atleta já ficará em Curitiba neste período, para evitar um deslocamento para seu país de origem.

+ Podcast De Letra: O efeito coronavírus no futebol

A contratação do colombiano visa dar mais experiência ao elenco, que sofreu muitas perdas após o título da Copa do Brasil. Em 2016, o jogador foi campeão da Libertadores pelo Atlético Nacional, da Colômbia.

“Eu tenho experiência internacional, mas venho com a esperança de crescer e aprender. Compartilhar com meus companheiros e somar experiências. Toda disputa faz com que os jogadores cresçam. Fui campeão pelo Atlético Nacional em 2016 e é uma sensação incrível. Esperamos viver isso também aqui”, disse o zagueiro, que só poderá defender o Furacão na Libertadores a partir das oitavas de final, por não estar inscrito na fase de grupos.

Para o setor, o técnico Dorival Júnior tem à disposição Thiago Heleno, Robson Bambu, Lucas Halter e Zé Ivaldo. O novo reforço atleticano ainda não jogou em 2020, uma vez que se lesionou no final do ano passado e perdeu espaço no Peixe em 2020.

+ Mais do Furacão:

+ Adaptação, quarentena e novo status. Um mês de Bruno Guimarães no Lyon
+ Hélio Cury diz que Paranaense será decidido dentro de campo