O Athletico anunciou, nesta sexta-feira (14), a contratação do meio-campo Ravanelli. O jogador, de 22 anos, chega por empréstimo do Akhmat Grozny, da Rússia. O contrato de empréstimo vai até fevereiro de 2021.

“Estou muito feliz com esse acerto. Brinco que foi aos 45 minutos do segundo tempo, antes de fechar a janela internacional. Mas deu tudo certo e estou contente por poder vestir a camisa de um grande clube brasileiro”, comemorou Ravanelli, em entrevista ao site do clube.

A janela internacional de transferências fechou na última segunda-feira (10), dia em que o Furacão acertou o empréstimo do meia. Em julho, o clube foi punido pela Fifa com duas janelas consecutivas sem poder registrar atletas por causa da contratação do atacante Rony.

A CBF, porém, teve dúvidas em como aplicar a pena e recorreu à Fifa, que ainda não respondeu. Ou seja, por enquanto o Rubro-Negro ainda pode reforçar seu elenco.

Revelado pela Ponte Preta, Ravanelli estava no futebol russo desde junho de 2017, quando foi negociado por R$ 2,9 milhões (60% dos direitos econômicos) com o time da região da Chechênia. Na temporada 2018/2019, quando marcou quatro gols e deu sete assistências em 16 jogos, fez parte da seleção do campeonato.

O meia normalmente joga como armador central, mas também pode atuar pela ponta direita. Seu nome é uma homenagem dos pais ao italiano Fabrizio Ravanelli, atacante da seleção italiana nos anos 90.

“O Athletico, quando não tem a bola, todos marcam. Com a bola, mantém a posse e tenta sempre jogar. Esse é um pouco do meu jogo e acho que vai casar muito bem” , finalizou Ravanelli.

+ Mais do Furacão:

+ Dorival Júnior está com Covid-19 e não comanda o Athletico contra o Santos
+ Fernando Canesin deixa jogo do Athletico de ambulância, mas está consciente
+ Athletico já tem novos uniformes pra sequência da temporada


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?