O acidente envolvendo um trem e um micro-ônibus com 15 passageiros que causou uma morte em Curitiba, na madrugada desta terça-feira (20), virou pauta dos candidatos à prefeitura de Curitiba. A remoção ds linhas férreas que cortam os bairros da capital, causando acidentes e incômodo com o barulho, é tema antigo, que volta à tona agora com o acidente no período eleitoral. O trecho em que ocorreu o acidente, por exemplo, é campeão de acidentes envolvendo trens na capital.

Candidato pelo PDT, Goura postou em sua rede social que a cidade não pode admitir que vidas sejam perdidas. “Minha solidariedade às vítimas! Muitos acidentes acontecendo com trens na cidade ultimamente. Não podemos admitir perder vidas com tragédias que poderiam ser evitadas. É urgente mais segurança nos ramais ferroviários que passam em Curitiba”, disse o candidato.

>>> Confira todas informações sobre os candidatos de Curitiba no Guia dos Candidatos 2020

Paulo Opuszka, que concorre pelo PT, afirmou que é urgente uma solução para o problema. “Estive no Cajuru dias atrás e nossos companheiros nos mostraram a situação perigosa das linhas de trem na região. Hoje acordamos com a triste notícia de um trágico acidente na região. Precisamos de uma gestão que traga soluções para esse problema”, disse o candidato.

O candidato Fernando Francischini, do PSL, afirmou que tem como proposta desviar o trem de Curitiba. “Um trem de carga como esse não pode transitar no meio da cidade. O acidente ocorreu num ponto com mais acidentes de trem em Curitiba. A Linha Amarela, que faz parte do meu plano de governo, vai desviar esse risco constante da área central de Curitiba”, disse o candidato.

Acidente grave entre trem e micro-ônibus no bairro Cajuru, em Curitiba. Polícia Civil investiga motivo

Posted by Tribuna do Paraná on Tuesday, October 20, 2020