Eu já tinha bebido umas 5 cervejas diferentes em um dos bares mais famosos do mundo, o Delirium Café. Bar que está no Guinness Book (o livro dos recordes) pela maior variedade de cerveja, com atualmente 3.010 rótulos no menu.

Foi então que meu host (pessoa que me recebeu em sua casa) em Bruxelas, na Bélgica, me disse para irmos para o bar da frente. Um bar chamado Floris Bar, especializado em Absinto. Com certeza você já deve ter ouvido falar na fada verde, não? Se não, pesquise sobre o Absinto. Só para ter uma ideia, a graduação alcoólica dessa bebida varia de 68% a 90%.

Leia Também:Brasileiro é detido ao sair do país pela primeira vez
Dicas sobre o Canadá:Se inscreva no meu canal!

Esses bares ficam em um beco sem saída chamado Impasse de la Fidélite, e com certeza as chances de você querer experimentar todas a bebidas oferecidas ali são muito altas.

Impasse de la Fidélite. Na esquerda o Delirium Café e na direita o Floris Bar.

Enfim, entramos no bar e meu host pediu logo o Absinto servido de forma tradicional: coloca-se um apoio sobre o copo e ali em cima vai um torrão de açucar, o Absinto é então servido por cima do açucar até completar o copo e como é uma bebida com altíssimo teor alcoólico ela pega fogo facilmente.

As instruções do atendente do bar foram bem simples ”irei colocar fogo no torrão de açucar e vou contar até 3… no 3 vocês viram o apoio do açucar fazendo o torrão cair por completo no copo… aí é só beber imediatamente que não irão se queimar”

Segundos antes do ”acidente” | Foto: arquivo pessoal Matt Gazzola

Bom, junte as 5 cervejas excelentes que tomei antes com a ansiedade de tomar um Absinto autêntico em Bruxelas e está feito o estrago.

”Um…. dois… TRÊS!”

Bati com tudo no copo e a bebida virou sobre o balcão criando uma labareda de fogo. Meu host e sua amiga me olhavam com cara de assustados enquanto o atendende tentava apagar o fogo com um pano que ele tinha na mão.

Fogo apagado, ânimo retomado e em seguida eu estava experimentando, enfim, o tão famoso Absinto. Mas dessa vez pedi sem fogo, afinal eu não queria correr o risco de incendiar um dos principais pontos turísticos do país.