Alguma vez já faltou motivação para os exercícios? Certas horas, manter ou começar um programa de treinamento torna-se uma barreira quase intransponível! Frequentemente somos assolados pelo clima desfavorável, cansaço, estresse, falta de tempo e ausência de resultados.

Ninguém escapa. Até mesmo aqueles mostram uma grande obstinação têm seus momentos de desânimo. Estar motivado depende de muita coisa, mas há estratégias básicas e técnicas que nos ajudam nesse caso.

Inicialmente, foque no objetivo. Tenha sempre em perspectiva aquilo que pretende alcançar, direcionando seus esforços para tanto. A maioria das pessoas tem dificuldade em determinar claramente o que busca. A falta de direção é um dos principais motivos de insucesso e desistência. Portanto, um bom planejamento deve ser executado!

Construa metas tangíveis ao redor do seu propósito. Precisa emagrecer? Defina uma meta mensal. Trabalhe para isso. Mas cuidado, vários praticantes frustram-se com suas ambições. Geralmente, criam expectativas irreais ou que não se enquadram com o estágio do seu treino.

Monitore os resultados. Em diversas oportunidades o adepto está evoluindo, contudo não percebe. Em boa parte, as mudanças são sutis e cumulativas, e não repentinas e expoentes. Valorize, então, aquilo que já conseguiu. Faça avaliações sistemáticas. Existem inúmeras formas de verificar sua evolução.

Nada disso adiantou? Crie um fato ou desafio novo. Procure um ambiente ou situação motivadora. Arranje companhia para seus treinos, seja de um amigo ou profissional da área. Faça da atividade física um tempo exclusivo para si, reserve-o e não abra mão. Conheça e interaja mais com sua prática, leia revistas, livros e sites especializados, participe de eventos, etc.

Outros fatores também se relacionam diretamente com a falta de motivação, como doenças, desequilíbrio alimentar, excesso de treinamento, problemas pessoais, entre outros. Esteja atento!