Tuitada

Tem uma turma que precisava de gargarejo com álcool em gel, pra ver se o vírus do “falar mal dosôtro” morre!

Cozido

Um bêbado entrou numa salsicharia e comprou um salame, e, como não tinha bolso, colocou o salame dentro das calças.

Depois foi para o bar, tomou todas e mais algumas, e depois foi finalmente para casa.

No caminho deu aquela vontade de fazer xixi. Então, encostou-se a um muro e abriu a braguilha, mas, de tão bebado, em vez de colocar o peru pra fora, colocou o salame.

E mandou ver, encharcando as calças.

– Ué… num tá saindo nada, pensou o cozido.

Depois de um tempo, ele chegou à conclusão.

– Rááá, também pudera. Algum desgraçado deu um nózinho na ponta.

Ah, piá!

Joãozinho, ao ver o tio completamente careca, perguntou:

– O que aconteceu com o seu cabelo?

Desconsolado, o coitado respondeu todo carinhoso:

– Caiu, meu filho!

E o piá disparou:

– E por que o senhor não catou?

Mas é tongo

O Zé Maromba chegou no bar e pediu uma cerveja long neck.

Após algumas tentativas de abrir a garrafa, ele pegou a garrafa, quebrou no balcão e gritou pro barman:

– Pô, meu, essa merda dessa garrafa não abre.

O barman retrucou:

– Ô montanha, tem que torcer, meu piá.

O Zé Maromba, então, não hesitou: pôs pediu mais uma garrafa, pôs no balcão e começou a batucar e gritar:

– Tampinha! Tampinha! Tampinha!

Abraço do Darta

Hoje é festa lá na casa do coxa-branca Marianinho (Florival de Matos Mariano), da Thaise Oliveira, Vítor Geron e do grande Marildo Rigoni, o “exterminador de pragas” mais gente boa da praça. Parabéns, turma.