Esses dias, a Ana Bendlin, aqui do blog, falou sobre o uso da chupeta e porquê ela decidiu usá-la com o Davi. Hoje eu vou dar algumas dicas de como fazer a criança deixar a chupeta. Elas vieram de um bate papo com a pediatra dos meus filhos.

O indicado é que a criança deixe de usar a chupeta até os dois anos e meio. O meu Daniel está com dois anos e quatro meses e está neste processo. Já digo que não está sendo fácil.

Logo que ele completou dois anos, começou a destruir as chupetas, ou seja, mordia até rasgar a borracha. Aproveite esta fase e não compre mais nenhuma nova pois, nesta idade, a criança ainda não sabe que é possível comprar uma nova. Mostre à criança que o objeto estragou e vá ensinando a deixa-la de lado. Do seu jeito de mãe ou de pai e usando o linguajar, personagens e histórias que vocês usam no dia a dia, vá explicando que é preciso deixa-la, dar ao papai noel, à fada da chupeta, ou qualquer outra desculpa que combine com a dinâmica familiar de vocês.

Caso você opte pela história de dar a chupeta à bruxa, na casa da bruxa que tem dentro do Bosque Alemão, por exemplo, tem uma árvore onde as crianças penduram as chupetas e lá elas ficam “para sempre”. Faça uma visita ao bosque e aproveite o passeio literário pela história de João e Maria (comece o percurso lá em cima).

Ou, se você é das mães ou pais que preferem não fantasiar e partir para fatos “da vida real”, como eu, fale para ele observar outras crianças e os adultos e ver que ninguém está usando chupeta. E como ele está crescendo, já está na hora de deixa-la também.

Chupeta2

Corte a borracha

Mas, se seu filho não começar a destruir a borracha da chupeta, como o meu, pegue uma tesoura e corte um pedacinho do bico da chupeta, deixando um buraco na borracha. Ou, faça dois buraquinhos, um de cada lado da ponta da borracha. A criança vai sugar a chupeta e ver que não temais a sucção que fazia antes. O objeto não vai mais ser interessante e vai estimular a criança a deixa-lo de lado. Não faça com todas de uma vez. Vá fazendo aos poucos, uma por dia, ou a cada dois dias.

Só se necessário

Nesta fase de desapego com o objeto, use apenas quando necessário. Meu filho, por exemplo, só consegue dormir com a chupeta. E a pediatra orientou que nós usássemos nestes momentos. Mas vá conversando e insistindo. Dê um objeto para abraçar, pegue na mãozinha até adormecer, enfim, algo que você ache que ajude a desviar a atenção da chupeta e fazer seu bebê dormir.