O Infinity Blue Resort e Spa traz mais uma novidade pensando em oferecer os melhores serviços para seus hóspedes: o berçário que começará a funcionar oficialmente no próximo sábado, dia 8 de dezembro. Aberto diariamente das 8h às 23h, atenderá crianças de 0 a 4 anos com um diferencial – além de cuidar, a equipe altamente especializada irá desenvolver atividades específicas próprias para essa faixa etária. “O berçário é uma necessidade do resort que atende especialmente famílias. A proposta principal, além de cuidar dos pequenos, é promover atividades que desenvolvam os sentidos e coordenação motora das crianças”, contou o diretor geral Alberto Cestrone. O berçário ganhou uma sala ampla especial, composta por berços, cadeiras para alimentação, fraldário, brinquedos específicos para a faixa etária, sonorização, climatização e com turnos de profissionais preparados especificamente para a função. “Agora os pais que visitam o resort podem relaxar e desfrutar bons momentos sabendo que podem contar com um serviço de excelência para cuidar de seus filhos”, completa Cestrone. “Atendemos um público seleto e exigente, portanto, é fundamental oferecer os melhores serviços para todas as idades, já que primamos pela qualidade, conforto e segurança”, finalizou o diretor.

Vinte anos e muitas amizades

Rafael Danielewicz
O Casal Luis Fernando E Bernadete Menuci

No final da tarde de ontem, o casal de proprietários do Happy Burger recebeu um grupo de amigos e clientes para a comemoração dos 20 anos de casa. Com um happy hour descontraído e muito animado; amigos se reuniram no deck central da casa e brindaram o sucesso com chopp gelado e champagne. Todos que aceitaram o convite tiveram um fim de tarde recheado de deliciosos petiscos e muita risada. Os convidados também ganharam o caneco comemorativo aos 20 anos de Happy Burger. “Esses foram só os primeiros 20 anos de história, que venham mais vinte”, brincou Fernando Menuci sócio proprietário da casa.

Natal e Ano Novo em uma das 7 maravilhas do mundo

Divulgação
Hotel Panorama e Acquamania Resort, em Foz do Iguaçu, oferece pacotes irresistíveis para as confraternizações de final de ano

Faltando poucos dias para o Natal e o Ano Novo, quem não decidiu onde passar as festas, ainda tem tempo de escolher o Hotel Panorama e Acquamania Resort, localizado nada mais nada menos que em Foz do Iguaçu (PR), ambiente mágico, que combina exatamente com as comemorações. Para ambas as festas existem dois pacotes, o completo, que conta com hospedagem, alimentação, acesso livre ao parque Acquamania Resort e programações especiais, ou apenas a opção da ceia, que inclui bebidas, atrações da noite e um ingresso ao parque.

Iluminação conceito

Gerson Lima
legenda

A Novit Light Design, que se consagrou no mercado de iluminação curitibano em 2012, é a responsável por todo o projeto luminotécnico da Inove Galeria, terceira loja do Grupo Inove que inaugurou na cidade em novembro. Diversas peças entre LED, pendentes e luminárias dos mais variados estilos, formas e cores compõe com sofisticação a nova loja, localizada no cora&cced,il;ão do Batel.

Sessão de autógrafos de “Quero ser Fernanda Young” na Loja Colaborativa Endossa aponta tendências alternativas para editores independentes e promete inusitadas surpresas

Divulgação
Rômulo Zanotto

Garantir um exemplar do livro no evento que acontece no próximo dia 20 é uma ótima oportunidade de conhecer a loja e aproveitar o fim do mundo. Acontece no próximo dia 20 de dezembro, na Loja Colaborativa Endossa, localizada na Vicente Machado, 1047, aquela que pode ser – tendo em vista as “profecias maias” – o último evento literário da história da humanidade: a sessão de autógrafos do romance “Quero ser Fernanda Young”, de Rômulo Zanotto. O livro é uma publicação independente, viabilizada via Lei Municipal de Incentivo à Cultura, cujo próprio título denuncia seu caráter paródico e intertextual por excelência ao remeter à escritora e ao filme quase homônimo de Spike Jonze, “Quero ser John Malkovich”. Escrito como primeira parte de uma trilogia literária que visa abordar o universo íntimo, pessoal e criativo dos escritores – e cujos próximas “vítimas”são Paul Auster e Caio Fernando Abreu – “Quero ser Fernanda Young” destrincha a gênese criativa da escritora que dá nome ao livro, visando revelar os processos criativos e leitmotives do artista no momento da criação. O mundo esquizofrênico da cabeça “dessa gente que escreve livros”, onde as coisas nunca são simplesmente coisas. Onde as coisas, inexplicavelmente, se transformam em outras. Onde é cedida à vida a dose necessária de mentira para transformá-la em ficção.