O belo complexo aquático faz parte da estrutura de lazer do resort.

Relaxar. Esta é a ordem no Hotel Transamérica Ilha de Comandatuba, localizado no município de Una, na Bahia. Mar, praia, uma imensa área verde, coqueiros, piscinas, atividades de lazer, instalações com conforto, uma excelente gastronomia e um serviço de primeira categoria compõem um cenário propício para o relaxamento e a diversão. O hotel é considerado um dos projetos mais ousados de resorts no Brasil.

Assim que os hóspedes chegam ao Hotel Transamérica Ilha de Comandatuba, são recebidos por baianas com colares de artesanato local e muita água de coco. É o primeiro momento dos dias maravilhosos que eles vão passar no lugar. O hotel oferece tudo o que é preciso para tornar a estada uma experiência inesquecível.

A Ilha de Comandatuba é cercada pelo mar e por canais de água doce e salgada, onde estão localizados imensos manguezais. A ilha, que fica bem perto do continente, tem uma área verde de oito milhões de metros quadrados. São mais de 25 mil coqueiros somente no complexo do resort. O hotel, de cinco estrelas, foi erguido em um projeto ousado, com 50 mil metros quadrados, e inaugurado em 1989. Procurou aliar conforto, privacidade e requinte. Conseguiu alcançar o seu objetivo.

O hóspede tem à disposição inúmeras atividades esportivas e opções de lazer. As piscinas, com uma arquitetura diferenciada, são um convite para mergulhos constantes. Uma das piscinas tem 1,2 mil metros quadrados, com ponte, cachoeira e um bar. A outra é semi-olímpica, com tobogã e cascata. Ao redor das duas piscinas, o hóspede pode tomar sol e descansar em espreguiçadeiras, redes e quiosques.

Redes convidam ao descanso, sob a sombra dos coqueiros.

O complexo do hotel pode ser visitado inteiramente a pé, mas há bicicletas disponíveis para os visitantes fazerem o mesmo percurso. Há também o aluguel de quadriciclos e buggy. Caso o cansaço tenha chegado ou esteja chovendo, o hotel disponibiliza um serviço com uma espécie de trenzinho, para fazer qualquer trajeto solicitado pelo hóspede.

Para quem tiver interesse em conhecer a região, o resort dispõe ainda de uma central de passeios, que pode coordenar visitas e atividades para os hóspedes. As opções são Ecoparque de Una (reserva ambiental de Mata Atlântica), observação de aves, cavalgada ecológica, ecobike, city tour em Ilhéus e uma visita a uma fazenda de cacau, entre outras.

Pratique esportes em cenários paradisíacos

O Comandatuba Ocean Course é um dos melhores do País e também mais bonitos – está entre o mar, mata, coqueiros e manguezais.

Esportes não faltam em Comandatuba. Desde os náuticos até o futebol. São mais de 80 opções para todas as idades e preferências. Um deles é o golfe. O hotel possui o campo de golfe Comandatuba Ocean Course, entre o mar, a mata nativa, coqueiros e manguezais. De categoria internacional e com 18 buracos, é considerado um dos melhores campos do Brasil. Mesmo quem não é adepto ao esporte deve conhecer o campo e, se possível, aprender a dar umas tacadas. A grama cuidada com precisão e o cenário maravilhoso fazem com que o Comandatuba Ocean Course seja uma das grandes atrações do Hotel Transamérica.

Turista se arrisca no banho da lama negra ?medicinal? retirada do fundo de uma lagoa: vale tudo para deixar a pele mais bonita.

Quem joga deve seguir as regras do campo, como usar a roupa adequada. O Comandatuba Ocean Course exige camisa pólo, bermuda ou calça e os sapatos adequados. O hotel aluga equipamentos e os carrinhos para os hóspedes. O campo já abrigou alguns torneios internacionais e é constantemente procurado pelos fãs do esporte. Tanto que o Hotel Transamérica faz promoções especiais de hospedagem para os golfistas.

Outra categoria de esporte muito procurada é a náutica. Pode-se aproveitar o que a natureza proporciona com jet-boat, jet-ski, wake board, esqui aquático, barco à vela e passeios de lancha e escuna. Há uma prainha náutica dentro do hotel, que oferece ainda monitores para acompanhar a prática do esporte. O hóspede também pode fazer pesca oceânica e também no canal. De novembro a abril, a pesca do merlin é uma das grandes atrações para quem gosta deste esporte.

O resort ainda possui quadras de tênis e squash, campos de futebol, área de arco e flecha, bocha, quadras poliesportivas, academia de ginástica equipada e spinning center. Existem equipes de monitores que orientam os praticantes. O hóspede pode desfrutar ainda de saunas e salão de beleza.

A jornalista viajou à convite do Hotel Transamérica Ilha de Comandatuba e TAM Linhas Aéreas.

Impossível não se render à comilança

Comer muito bem. É impossível escapar da comilança. As refeições são um atrativo à parte. E não abrangem somente quitutes da cozinha baiana. Refeições fartas e deliciosas se transformam em ponto alto durante a estada no Hotel Transamérica Ilha de Comandatuba. São três restaurantes -da Praia, Giardino e Bamboo. O primeiro, localizado literalmente na beira da praia, é especializado em grelhados e frutos do mar, à la carte. À noite, serve comida mediterrânea e pizza. O Giardino e o Bamboo são buffet de grelhados, massas, comida típica baiana e cozinha internacional. Há opções para todos os gostos. Os hóspedes podem, à noite, saborear pratos e sobremesas em noites temáticas. Os dois restaurantes ficam perto das piscinas.

O resort conta ainda com diversos bares, em pontos estratégicos dentro do complexo. O Deck Bar está localizado na beira da piscina. Quem está dando um mergulho pode saborear os drinks sem sair da água. No Bar do Canal, bebidas e aperitivos são servidos perto dos barcos e jet skis. O Carambola é a melhor opção para quem está na área de jogos recreativos. No Capitania, perto da recepção e dos restaurantes Giardino e Bamboo, a conversa é acompanhada de música ao vivo. E o The Ocean View Bar atende os hóspedes que estão no campo de golfe. Outro bar está à disposição dos hóspedes no Library, espaço exclusivo destinado à leitura. (JC)

Mergulhe na lama negra

Não dá para ir até a Ilha de Comandatuba sem aproveitar para deixar a pele mais bonita. Isto graças ao banho de lama negra. De barco, lancha ou de buggy, pela praia, instrutores especializados levam os visitantes para o sul da ilha, perto de onde os canais dos manguezais se encontram com o mar. Se a opção do hóspede for o deslocamento por barco, não vai se arrepender. O visual é incrível. A lancha percorre os canais de mangue da região até chegar ao encontro com o mar. A água chega a ficar como um espelho, quase com a superfície totalmente lisa, refletindo a natureza ímpar da região. Torna-se um daqueles momentos mágicos, em que dá para esquecer da vida, dos problemas, das chateações. Só respirar o ar puro, sentir o vento no rosto e se deslumbrar com a paisagem natural do lugar.

A lama negra ?medicinal? é retirada do fundo de uma lagoa. Tem um aspecto pastoso, como se fosse uma argila. Quem passa no corpo todo, até mesmo no rosto, afirma que a lama realmente traz uma ótima sensação. A pele fica mais macia e vistosa assim que é retirada com água de um poço estrategicamente colocado para isto. É tradicional tirar fotos com o corpo completamente coberto com lama negra, em frente ao portal do lugar. Na volta, dá para continuar o exercício de tirar a sobrecarga do corpo e da mente. Vale a pena.

Caranguejos

Uma passarela de madeira no meio do manguezal, que sai de dentro do conforto do resort. É por ali que dá para conhecer um dos ecossistemas mais ricos do País. A visita é acompanhada por um biólogo, que mostra aos hóspedes quais são os elementos do mangue, os animais que sobrevivem ali e porque este é um ecossistema tão ameaçado. Com a ajuda de Siri, um catador de caranguejos tradicional na região, o biólogo dá explicações sobre as espécies de caranguejo para os visitantes. Este trabalho é feito em parceria com a organização não-governamental Ecotuba. Os manguezais estão localizados em quase toda a parte continental da Ilha de Comandatuba. (JC)

Resort complementa a idéia de paraíso

Perto do mar e dos coqueiros, confortáveis bangalôs dão vista
também para a bela piscina do resort.

O Hotel Transamérica Ilha de Comandatuba tem 246 apartamentos e 114 bangalôs nas categorias superior e luxo. Conta ainda com 10 suítes, cuja estrutura é composta de ante-sala, lavabo, closet, quarto e banheiro. Apartamentos e suítes estão localizados em três alas: norte, sul e leste (esta, a mais procurada por causa da vista, que contempla as piscinas e o mar). Os bangalôs ficam em uma área um pouco distante, perto do mar e dos coqueiros. Têm áreas externas com redes e espreguiçadeiras.

Os hóspedes podem solicitar qualquer serviço ou obter informações por meio de uma central de atendimento, acessada pelo telefone do quarto. O resort conta ainda com nove salas de reuniões, com capacidade para receber até 1.050 pessoas. É uma ótima oportunidade para unir trabalho, conforto e natureza. Muitas empresas chegam a fechar o hotel para eventos, encontros e convenções. Como a demanda é muito grande – representa 30% do faturamento do hotel – o Transamérica pretende construir brevemente um centro de convenções maior do que o espaço existente hoje.

Como a Casa do Tarzan, os brinquedos são educativos e envolvem sempre a natureza.

A estrutura do hotel inclui também um conjunto de nove lojas, além de uma charutaria. Quanto à saúde, os hóspedes contam com um centro médico 24 horas para qualquer eventualidade.

Preservação e respeito com a natureza fazem parte do dia-a-dia no hotel. Para preservar a grande quantidade de mata nativa e as águas límpidas, o lixo orgânico é tratado em uma usina de compostagem, cujo produto final, o adubo, é usado na manutenção dos jardins e do campo de golfe do complexo. Há estações de tratamento de água e esgoto. Dutos subterrâneos levam energia elétrica e água para o hotel e a telefonia está disponível por meio de ondas de rádio.

Vôos regulares e aeroporto privado

A TAM Linhas Aéreas oferece dois vôos semanais para a Ilha de Comandatuba. Os pousos e decolagens na Bahia acontecem no aeroporto particular do Hotel Transamérica, localizado na parte continental do município de Una. Os vôos saem de Congonhas (São Paulo) às quintas-feiras e aos domingos. A TAM é a única companhia aérea a fazer vôos regulares para Comandatuba.

O aeroporto privado do Hotel Transamérica Ilha de Comandatuba é o maior desta categoria no País. Assim que os turistas chegam, o resort faz a recepção e já inicia os procedimentos de check-in. Os passageiros fazem o deslocamento do aeroporto até o ancoradouro em ônibus. Eles embarcam em balsas e fazem a travessia do canal, até a ilha, em poucos minutos. Mais informações no site www.tam. com.br.(JC)

Spa utiliza produtos de marca francesa

Sala preparada para o banho de lavanda.

O relaxamento que a Ilha de Comandatuba propicia fica ainda mais completo com o Spa L?Occitane, o primeiro da marca francesa em um resort brasileiro. Com uma decoração típica da região de Provence, na França, o spa oferece diversos tratamentos, máscaras, massagens e banhos em salas especiais, com aromas que despertam a sensação de sossego. Todos os produtos utilizados nos tratamentos são da L?Occitane, feitos com essências naturais. No centro do spa, existe uma piscina com locais específicos para hidromassagem e um caminho de pedras, para massagear os pés. As áreas de descanso são um convite à parte, para aquele momento de relaxamento após os tratamentos maravilhosos. O tatami, um espaço aberto, serve para fazer alongamentos. Dá para sair de lá, depois de passar pelos tratamentos, se sentindo outra pessoa. O spa também vende os produtos da marca francesa em uma loja exclusiva. (JC)

Estrutura exclusiva para os pequenos

A maior parte dos hóspedes do Hotel Transamérica Ilha de Comandatuba é composta por famílias. Mas se engana quem pensa que os pais vão para um lugar tão especial e acabam não aproveitando nada por causa das crianças. O resort oferece uma infra-estrutura exclusiva para a garotada se divertir, sem ter que amolar os adultos.

O hotel disponibiliza equipes de entretenimento e lazer, que formulam atividades diferenciadas, diariamente, para as crianças também aproveitarem a estada. Os monitores atendem as crianças de 4 a 12 anos. Os pais podem ficar sossegados e deixar os filhos sob cuidados das equipes de lazer.

Uma das estruturas especiais para os pequenos é a Casa das Crianças, uma área com piscina infantil, salão de jogos, videoteca e sorveteria. A meninada pode ainda aproveitar para se pendurar em brinquedos rústicos na Casa do Tarzan. O espaço foi desenvolvido para que as brincadeiras fossem educativas, interativas e que envolvessem a natureza.

As crianças ainda têm outros espaços exclusivos, como a Cozinha do Bebê (onde os pais podem preparar refeições e papinhas) e o Restaurante Biju (buffet com cardápio específico para as crianças). O hotel disponibiliza também o serviço de baby-sitter para as famílias que estão com crianças de colo.

As equipes de entretenimento e lazer também planejam atividades para os adultos. A programação diária é entregue no quarto e deixada nos restaurantes do hotel, logo de manhã. O hóspede pode consultar as atividades no televisor que está dentro do seu quarto, em um canal exclusivo do resort. Os monitores convidam todos os hóspedes para festas e noites temáticas, que animam e divertem bastante. (JC)