Uma técnica inédita a base de aspirina promete um tratamento revolucionário contra tumores cerebrais. Segundo cientistas britânicos, a fórmula mostrou ser cerca de dez vezes mais eficiente no combate aos tumores do que qualquer outro tratamento já conhecido.

Em testes feitos em células cancerosas o “IP1876B” matou células comprometidas sem afetar as normais O grande trunfo da fórmula foi a aspirina líquida.

De acordo com cientistas, a aspirina potencializou a habilidade dos outros ingredientes da fórmula em cruzar a barreira que protege o cérebro, mas que também bloqueia o caminho de drogas anticâncer.

“Temos uma potencial alteração na pesquisa sobre tumores. Isso mostra que a ciência bem financiada pode ter resultados. É a mesma ciência que vai permitir um dia a cura para essa doença devastadora”, disse Sua Smith, diretora da Brain Tumor Research.