Policiais civis de Matinhos, sob comando do delegado Messias Antonio da Rosa, com o apoio da equipe do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e da 1.ª Subdivisão Policial (SDP) de Paranaguá, elucidaram, na tarde da última sexta-feira (29), o latrocínio que vitimou Claudinei Venancia de Godoy.

Ele foi morto com um tiro, dentro de seu próprio estabelecimento comercial, em Matinhos, região litorânea do estado. Adrei Fabiano Alves Vieira, o “”Zoio””, Bruno Konopka Alves Vieira, “Carpa”, e Leonir Almeida Junior, o ““Juninho””, principais suspeitos do crime, foram presos.

De acordo com investigações, o trio formava uma quadrilha que realizava diversos crimes aterrorizando moradores da região. O latrocínio ocorreu no momento em que a quadrilha entrou no estabelecimento comercial da vítima, rendendo proprietário e clientes.

Informações apuraram ainda que o autor do disparo foi “Carpa”. O suspeito já havia cometido outros crimes na região de Fazenda Rio Grande. Os suspeitos estão à disposição da Justiça.