O esconderijo era quase perfeito, mas os rastros no chão e as pás fizeram com que os policiais da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) ficassem desconfiados. Dois baldes com drogas e munições estavam enterrados no terreno da residência no bairro Borda do Campo, em São José dos Pinhais. Quatro suspeitos foram detidos.

De acordo com a delegada Camila Cecconello, da Denarc, a investigação teve início há cerca de dois meses. Na manhã de quarta-feira, os policiais fizeram campana na casa onde a droga estava armazenada, e abordaram Jhones Garcia Leal, 27 anos, conhecido como “Preguiça”, e Felipe Eduardo Buganha Claro, 19, quando eles chegaram em um Siena. Em um compartimento secreto no painel do carro foi encontrado um quilo de crack. Outros dois quilos da droga estavam embaixo de uma cama.

As pistas deixadas pela quadrilha levaram os policiais ao matagal nos fundos da casa, onde foram encontrados dois baldes com seis quilos de maconha, dois quilos de crack e 26 munições de espingarda calibre 12. O proprietário da residência, Daniel Chagas de Souza, e um quarto suspeito de integrar o grupo, João Adriano Martins de Lima, 19, também foram presos.

Na sequência das investigações, os policiais foram até a casa de Felipe, no bairro Xingú, também em São José dos Pinhais. Ali foram encontrados cerca de 700 gramas de maconha, 11 gramas de cocaína, uma balança de precisão e um revólver calibre 38. Na residência de Jhones, no Bairro Alto, foi encontrada uma porção de cocaína e um documento falso. Ele já tinha passagem por homicídio e um mandado de prisão por tráfico de drogas.