Mata vizinho na frente dos filhos

Quando saía de casa para levar o filho para jogar futebol, o comerciante Oclair Maba, 37 anos, foi morto com dois tiros na cabeça, depois de discutir com seu vizinho, às 19h15 de ontem. Os dois moravam na Rua Ney Rebello Tourinho, Vila Sandra, Cidade Industrial, onde ocorreu o crime. A mulher da vítima, Cristiane Maba, 33, foi ferida de raspão e socorrida. Em seguida, Francisco Gomes Pereira, 61 anos, autor dos disparos, foi detido em sua casa por policiais militares do 13.º Batalhão.

Discussões entre os vizinhos eram freqüentes, segundo informaram moradores. A razão seria a impaciência de Francisco com as brincadeiras das crianças na rua. “Ele chegou a ameaçá-las com o revólver”, contou um amigo da vítima. De acordo com relato dos moradores, Francisco ficava nervoso com os jogos de futebol em frente a sua casa e costumava brigar com as crianças e seus pais, criando um clima de animosidade na vizinhança. Por isso ele e Oclair já haviam discutido várias vezes.

Morte

Na noite de ontem, Oclair tirou seu Fiat Uno da garagem e iria com a esposa e dois filhos – 12 anos e 1 anos e meio -, levar o maior para jogar futebol. Ele teria sido abordado por Francisco, também conhecido por “Chico Pintor”. Os dois iniciaram uma discussão, até que o autor sacou da arma e fez os disparos. Conforme relato de testemunhas, Cristiane se pôs na frente e um dos projéteis raspou seu ombro, antes de atingir Oclair, ao lado do veículo. Depois, um segundo tiro matou o comerciante, em frente a seus filhos. A mulher foi socorrida e não corre risco.

Os soldados Ari e Bouganika, do 13.º BPM, patrulhavam a região e quando passavam por uma rua paralela ouviram os estampidos. Guiados pelo barulho seguiram rápido até o local e encontraram Oclair morto. Foram até a casa de Francisco e o detiveram. O assassino entregou um revólver, calibre 38, com o qual matara a vítima. Ele foi encaminhado à delegacia da área.

Voltar ao topo