Um assassinato ocorrido em janeiro de 2002 foi elucidado pelo Grupo Honre (Homicídios Não Resolvidos), da Delegacia de Homicídios. Otávio Maurício de Amaral Feitosa, foragido da Justiça, foi apontado como autor da morte de André Luiz Costa, 22 anos.

A vítima era o sobrinho de Eva Antônia Silveira Costa, 39, a “Evinha do Pó”, considerada uma das chefes do tráfico na Vila Nossa Senhora da Luz, na Cidade Industrial. Ela foi executada em março daquele ano.

De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, ao retomar as investigações – que estavam paradas desde 2004 – os policiais conseguiram identificar o principal suspeito do crime. Pelo que foi apurado, o assassinato teve relação com a guerra entre traficantes.