O feriado foi marcado pela violência em Curitiba e região metropolitana. Dezoito pessoas, entre elas quatro mulheres, foram assassinadas. Somente na capital, 12 crimes foram registrados. A maioria das vítimas tinha entre 17 e 30 anos e pouco se sabe sobre a motivação.

Na capital, dois assassinatos aconteceram no Sítio Cercado e dois, na invasão Terra Santa, Tatuquara, os demais em outros bairros. Na região metropolitana, duas pessoas foram mortas em Fazenda Rio Grande e duas em Colombo. Os outros crimes foram registrados em Pinhais, São José dos Pinhais, Piraquara e Campina Grande do Sul.

Durante o feriado, o Siate também atendeu mais de 10 pessoas baleadas, entre elas, duas vítimas de bala perdida. Na noite de sábado um garoto foi ferido nas nádegas na Vila das Torres, e Vera Lúcia Neves, 41, foi ferida no Sítio Cercado, enquanto o policial militar Elias Santos Cavalheiro, 47, era assassinado dentro de um bar. A mulher chegou no estabelecimento para comprar cigarros.

Mulheres

O que chamou a atenção neste feriado foi a violência cometida contra mulheres. Na madrugada de domingo, Janaina Santos da Silva, 19, foi morta em Colombo dentro de sua casa. Ela morava com o marido, o filho e um casal, que sumiram depois do crime. Uma adolescente, identificada como Valquíria, foi morta com uma facada no pescoço na Vila Torres. Até ontem seu corpo não havia sido oficialmente identificado.

Detalhes da morte de Keli Cristina Machado, 27 anos, e Mariam Urbes Xavier dos Santos, 28, podem ser lidos na página 9. Por ser feriado, os crimes só começaram a ser investigados hoje.