enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Família confirma nome de mulher degolada

  • Por Carlos Simon

Todas as vítimas da chacina cometida em 27 de fevereiro, no Uberaba, estão oficialmente identificadas. O corpo da última delas, Denise dos Santos, 18 anos, foi liberado ontem de manhã no Instituto Médico-Legal.

A família da jovem é de Ponta Grossa e já desconfiava que algo de grave havia ocorrido com ela. Parentes ouviram, numa emissora de rádio, que José Maurício da Silva, 38 anos, o “Paraíba”, havia sido reconhecido na segunda-feira e que uma mulher chamada Denise era a única entre os cinco mortos que permanecia no IML. Então se encorajaram e vieram a Curitiba, confirmando a suspeita. A jovem foi assassinada com um golpe de facão no pescoço, que praticamente a degolou.

Denise é tida como uma das pivôs do crime por ser tia de um rapaz conhecido como “Lobinho”, verdadeiro alvo dos assassinos. Mas, de acordo com os familiares, ela não tem sobrinhos com este apelido – por isso, desconfiam que o amásio dela, Jadir Marcos Barbosa, 34 anos, também executado na chacina, seja o tio de “Lobinho”.

Dois suspeitos das execuções continuam detidos, enquanto a polícia tenta reforçar provas contra eles.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas