Suspeito de dois homicídios, Lucas Aparecido Pires, 24 anos, foi preso em Curitiba na manhã desta segunda-feira (17), em cumprimento a dois mandados de prisão pelos crimes. Ele seria o responsável pela morte do motorista de aplicativo Lucas Rizzardi de Miranda, 27 anos, que ocorreu em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana (RMC), em junho de 2018. E também pelo homicídio de Jorge Procópio do Nascimento, 56 anos, em Fazenda Rio Grande, também na RMC, em março deste ano. O suspeito estava foragido.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Segundo a Polícia Civil, responsável pela prisão, Lucas Pires foi preso na Vila Estrela, no bairro Fazendinha. Com ele, também foram apreendidas 13 pedras de crack e uma motocicleta furtada no dia 25 de maio deste ano, no Portão. “A polícia estava monitorando ele, até que conseguiu localizar o local em que ele estava morando. O Lucas tentou fugir durante a prisão, correndo pelos fundos do terreno da casa, mas os agentes cumpriram os mandados”, disse o delegado Rinaldo Ivanike, do 10.° Distrito.

+Leia também: Com trânsito caótico, Tarumã deve ganhar novo binário após inauguração de shopping

Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná
Com o suspeito, foram apreendidos 13 pedras de crack e uma moto furtada. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná

Acusações

Em um dos homicídios pelo qual o suspeito é investigado, do motorista de aplicativo, o corpo da vítima foi encontrado em um matagal quatro dias após seu desaparecimento, no dia 19 de junho, com um ferimento na cabeça causado por um disparo de arma de fogo. Conforme apurado, o crime teria sido motivado em razão de uma dívida de R$ 20, relacionada ao tráfico de drogas.

O outro crime pelo qual o rapaz é suspeito aconteceu há cerca de três meses. Jorge Procópio teria sido morto no lugar de seu filho – que era quem o suspeito tinha um desafeto. Na ocasião, o investigado teria ido até a residência de Nascimento e, quando ele atendeu a porta, recebeu cinco disparos de arma de fogo.

Lucas Pires tem diversas passagens policiais por porte ilegal de armas, tráfico de drogas e homicídios. Ele está preso à disposição da Justiça.

Pai mata filho de quatro anos e depois se suicida, pra se vingar da ex-mulher