Uma fuga incomum foi registrada na Penitenciária Central do Estado (PCE I), em Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba, no início desta semana. Um preso – suspeito de chefiar uma quadrilha que sequestrava gerentes de bancos no Paraná – aproveitou o horário de visitas do último domingo (21) para fugir da cadeia ao trocar de lugar com o irmão que havia ido visitá-lo. O fugitivo é um ex-pastor evangélico e havia sido detido há três meses pelo Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), grupo de elite da Polícia Civil.

+ Leia mais: Foragido da CPA reage ao ser abordado pela PM e leva tiro no peito

Segundo o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), a ação ocorreu por volta das 15h no pátio da penitenciária, onde os irmãos trocaram de roupa e de documentos. Com isso, o detento passou pela equipe de agentes carcerários com o RG do irmão. A troca só foi percebida pela equipe de plantão durante a contagem noturna dos presos, quando o “visitante” informou ao agente que o irmão havia fugido. Os irmãos não são gêmeos.

+ Leia mais: Agente de cadeia é preso em carro de luxo suspeito de facilitar fuga cinematográfica

O homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Piraquara, onde assinou um Termo Circunstanciado (TC) por facilitação de fuga, que é considerado um crime de menor potencial ofensivo. Ele foi liberado logo depois. Até a tarde desta quinta-feira (25), o fugitivo ainda não havia sido recapturado.

Falha de procedimento

De acordo com o diretor do Depen, Francisco Alberto Caricati, a situação ocorreu devido a uma falha no procedimento padrão da penitenciária. Uma sindicância será aberto para verificar o que ocorreu e identificar se algum funcionário teria contribuído com a fuga.

Um sistema biométrico também será implantado na unidade para que todos os visitantes entrem e saiam do local mediante apresentação da digital. “Faremos o teste inicial a partir de novembro e, após a fase experimental, nossa intenção será abrir licitação para expandir o sistema a todas as unidades do estado”, informa Caricati.

Confronto na Linha Verde tem longa perseguição e suspeito baleado