Uma organização criminosa suspeita de envolvimento nos homicídios de pai e filho no bairro Guaíra, em Curitiba, é alvo de uma grande operação policial em Curitiba, na manhã desta terça-feira (04).  São 17 mandados sendo cumpridos: dois de prisão temporária e outros 15 de busca e apreensão.

+Leia mais! Nove bairros de Curitiba sem água nesta semana! Veja a lista!

Os alvos dos mandados tinham sido contratados por uma quadrilha relacionada do tráfico de drogas pra matar Juliano e Gabriel por uma disputa por ponto de venda de drogas.

Em Curitiba, a polícia civil cumpre, com ajuda de cães farejadores, os mandados no mesmo bairro em que o crime ocorreu. Já na região metropolitana de Curitiba os mandados são em Fazenda Rio Grande. Há ações também em Guaratuba, no litoral, e também em Santa Catarina, na cidade de Mafra.

Os crimes

Juliano Cândido de Jesus, 35 anos, foi morto no dia 07 de novembro de 2019, no bairro Guaíra, após disparos de arma de fogo. O crime chamou atenção, pois ele foi assassinado com pelo menos 22 tiros após deixar a filha na escola. Ele chegou a desviar o caminho por achar que estava sendo seguido. Meses depois, no dia 10 de janeiro deste ano, seu filho, Gabriel Juliano de Souza de Jesus, foi morto de forma parecida no mesmo bairro. O jovem foi atingido na cabeça, face, costas e perna direita.