Foi em uma reunião familiar do terror que quatro pessoas decidiram matar um parente de primeiro grau. O crime, ocorreu dentro de uma residência localizada na Cidade Industrial de Curitiba, no dia 27 de setembro de 2018. No encontro, a esposa, a sogra, a cunhada e o filho combinam de matar Gilmar Lima, crime que foi solucionado pela policia.

+Leia mais! Mulher não resiste após ser atropelada por biarticulado no Água Verde

“Um crime armado e orquestrado. O filho adolescente executou o próprio pai. Depois tentaram alegar que teria acontecido um assalto, mas foi uma armação da família”, disse o Delegado Thiago Nobrega da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa ( DHPP).

O motivo para o crime seria que Gilmar era agressivo com o filho, mas a ideia dos próprios parentes era também de vender os bens materiais e arrecadar um bom dinheiro.

+Viu essa? Explosão em cozinha deixa idoso com 70% do corpo queimado em Curitiba

“O filho alega que estava cansado de apanhar e nas imagens que temos, o rapaz mostra uma arma a um amigo. Na sequência venderam a casa, um ônibus que o marido fazia transporte para o Paraguai e até mercadorias. A esposa morava com o filho em Santa Catarina e vivia como se nada tivesse acontecido”, relatou o Delegado. As mulheres envolvidas do crime estão presas e irão responder na Justiça por homicídio duplamente qualificado. Já o filho adolescente encontra-se foragido.

Em atitude inusitada, PM volta ao local de morte em Piraquara e se solidariza com vizinhos