O bruxo Chik Jeitoso e o ex-secretário municipal de Trânsito, Marcelo Araújo, vão responder ao processo de extorsão em liberdade. Os dois foram presos dia 20 de dezembro acusados de extorquirem empresários em Curitiba com falsas denúncias nas redes sociais. Ambos estavam no Complexo Penitenciário de Piraquara.

Chik jeitoso e Araújo pediram R$ 10 milhões a Fruet por macumba em eleição

MP oferece denúncia contra bruxo e ex-secretário de trânsito

Bruxo Chik Jeitoso e Marcelo Araújo presos suspeitos de extorquir empresários e artistas

A liberdade provisória foi concedida no fim da tarde desta segunda-feira (16). Ambos serão soltos após pagamento de fiança, cujo valor não foi revelado. Em nota, o advogado Ygor Salmen, responsável pela defesa do bruxo, informou que como o processo corre em segredo de justiça não iria se manifestar. Já Gustavo Sartor, defensor de Araújo, diz acreditar no Poder Judiciário e que vai provar a inocência de seu cliente.

Foto: Arquivo / Tribuna
Foto: Arquivo / Tribuna

O suposto esquema envolvia a criação de falsos boletins de ocorrência e a utilização de redes sociais, gerenciadas por Chik Jeitoso, para atacar as vítimas. De acordo com a denúncia encaminhada à Justiça pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), eles utilizavam até 200 contas no Twitter e 400 no Facebook para compartilhar e divulgar as falsas denúncias.O material só seria apagado caso a vítima concordasse em pagar o valor estipulado, conforme explicam os relatos contidos na denúncia do MP-PR.

Ainda segundo as investigações, cinco vítimas já foram identificadas, incluindo o apresentador Ratinho. Além de empresários, o grupo também teria extorquido alguns políticos, incluindo o ex-prefeito Gustavo Fruet, que deveria pagar um total de R$ 10 milhões por uma macumba feita pelo bruxo para garantir a vitória na eleição municipal em 2012.