Ao assaltar uma jovem no começo da manhã desta segunda-feira (11), na Avenida João Gualberto, no Centro de Curitiba, um casal sequer imaginou a fria que entraria. O celular da moça, um iPhone, tinha rastreador e a Polícia Militar (PM) conseguiu chegar até os bandidos em questão de minutos.

O soldado Carnavelli, da PM, contou que a moça estava a caminho do trabalho quando a dupla passou e levou o celular. “Ela falava com o namorado na hora da ação, e chegou até a ser agredida. O namorado pensou que era até um sequestro, mas na verdade foi um roubo mesmo”.

Minutos depois, ainda em pânico, a moça conseguiu pedir ajuda da Polícia Militar e os policiais puderam agir rápido. “Ela lembrava o login e a senha do rastreamento e nós conseguimos o apontamento de onde o aparelho estava. Fomos ao local e prendemos o casal, que foi reconhecido”, detalhou o soldado.

A dupla, ele com 31 anos e ela com 28, foi presa em flagrante e encaminhada à Central de Flagrantes. Segundo o soldado da PM, com os dois a equipe encontrou também alguns objetos que costumam ser usados por usuários de drogas. “Por isso acreditamos que roubam para sustentar o vício”, disse o policial, que destacou a importância de manter sempre ativos os rastreamentos, pois foi assim que a PM conseguiu recuperar o aparelho e encontrar os assaltantes.

Quadrilha vendia drogas no Batel com máquina de cartão. Era débito, crédito ou parcelado