enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Curitiba!

Alvo de possível emboscada em serviço, PM não resiste após levar dois tiros

  • Por Lucas Sarzi

O soldado Erick Norio do 23° Batalhão da Polícia Militar (PM), foi morto enquanto trabalhava na madrugada desta sexta-feira (7). O crime aconteceu na Estrada Velha do Barigui, na Vila Corbélia, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), depois que a PM foi acionada para uma situação de perturbação de sossego. O policial que trabalhava com Erick não foi atingido.

Leia mais! Homem é preso após agredir invasores em casa é liberado!

A reportagem apurou que a informação que entrou através do 190, era a de que alguns moradores estavam incomodados com som alto em uma casa. Os policiais foram até lá para confirmar a situação, mas quando chegaram perceberam que não havia nenhum tipo de barulho e encontraram uma moto parada e, aparentemente, abandonada.

Enquanto seu companheiro de trabalho consultava a placa da moto, o soldado Erick Norio desceu da viatura para ver como estava a situação no local e até mesmo confirmar se poderiam continuar por ali em segurança, mas foi surpreendido. Neste momento, do lado de fora do carro da PM, o soldado foi atingido por dois disparos feitos por um homem que estaria escondido atrás de um carrinho de materiais recicláveis.

Viu essa? Homem é preso por ameaçar mulher grávida com revolver em Curitiba!

Um dos tiros atingiu o colete balístico do PM, mas o outro acertou um pouco acima do equipamento de segurança, num ponto desprotegido, no peito do soldado. Erick foi socorrido pelo companheiro de farda até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da CIC, mas sofreu uma parada cardíaca ao dar entrada na unidade e não resistiu mesmo após os mais de 40 minutos de tentativa de reanimação.

Depois do crime, policiais de vários batalhões cercaram toda a Vila Corbélia durante a madrugada, com a intenção de tentar encontrar o autor dos disparos, mas ninguém foi localizado. Ainda sem confirmar nenhum detalhe, a polícia não descarta a hipótese de que este acionamento de uma situação de perturbação de sossego tenha sido planejado e que os policiais tenham sido vítimas de uma emboscada.

+Mania Animal! O “cachorro do Carrefour” e a crueldade humana! De quem é a culpa?

Pai de família

Nas redes sociais, muita gente que conhecia o soldado começou a se manifestar lamentando a morte. Um de seus colegas de farda fez uma postagem dizendo que Erick era uma ótima pessoa. “Tive o prazer de trabalhar por algum tempo com ele na viatura, policial honesto e íntegro. Lembro que quando trabalhávamos juntos falávamos muito sobre nossos filhos, ele do filho pequeno e eu da minha filha”, comentou o PM, em seu Facebook.

Segundo o policial, crime como o que tirou a vida do soldado o faz pensar se realmente vale a pena continuar. “Às vezes fico pensando até quando vale a pena, até quanto a sociedade merece, a realidade de hoje é que nenhum, absolutamente nenhum, policial tem a certeza que voltará vivo para o conforto de sua família. A qualquer momento uma viatura pode chegar na sua casa e informar o falecimento do seu esposo/a ou filho que estava em serviço”, desabafou. O soldado Erick Norio estava há sete anos na corporação. Atualmente, o policial trabalhava no 23° Batalhão, que fica na CIC e é o responsável pelo patrulhamento em toda a região próxima. Erick deixou a esposa e um filho de apenas quatro anos.

PM Consternada

O Comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Nivaldo Marcelos da Silva, disse que a perda do soldado Erick deixa a tropa profundamente comovida com a situação. “Lamentamos profundamente, perdermos mais um policial militar durante o cumprimento do dever, mas continuaremos firmes na nossa missão, ele cumpriu seu juramento até o fim e faremos de tudo para encontrar o autor desse crime bárbaro, afim de que ele seja responsabilizado pelos seus atos”, disse.

Segundo o oficial, um suspeito está identificado e as buscas seguem com apoio de outras unidades da policia e do Batalhão de Operações Especiais (BOPE).

O velório de Erick Nório será na Associação da Vila Militar, no bairro Rebouças, em Curitiba.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

O que pode mudar na compra e posse de arma quando Bolsonaro assumir?

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

10 Comentários em "Alvo de possível emboscada em serviço, PM não resiste após levar dois tiros"


Cid Pest
Cid Pest
4 dias 14 horas atrás

Som alto!!!!! “tipos” que gostam geralmente não valem absolutamente nada.

Alvaro Barbarini
Alvaro Barbarini
4 dias 14 horas atrás

Espero que o BOPE encontre está tralha.

OCIMAR LUIZ BAZANI
OCIMAR LUIZ BAZANI
4 dias 14 horas atrás

Esse LIXO é mais um que vai morrer em CONFRONTO com a PM.

Adilson Rogal
Adilson Rogal
4 dias 15 horas atrás

Por isso a polícia não pode ter piedade desses bandidos quando são apanhados!!

Walter Silvério
Walter Silvério
4 dias 15 horas atrás

Primeiro passo: verificar quem ligou para o 190 reclamando do tal “barulho alto”, identificar e ir atrás dos proprietários desses telefones.

Adilson Rogal
Adilson Rogal
4 dias 15 horas atrás

Muito bem!

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas