Após ser eliminado da Copa dos Campeões, ao empatar por 0 a 0 com o Arsenal, na Inglaterra, Ronaldo falou à imprensa e comentou as declarações dadas por Pelé em sua visita a Xangai, na China, em 28 de fevereiro, quando disse que Ronaldo teve "tropeços na carreira por questões não esportivas, devido a uma vida pessoal confusa".

"Pelé é conhecido pelas besteiras que diz, não temos de leva a sério. Pelé é um poeta calado", disse à rede espanhola de rádios "Cadena Ser" após o jogo contra o Arsenal.

Em Xangai, Pelé havia dito também que "com todos os seus títulos Ronaldo demonstrou que é um grande jogador. Mas, ele perdeu este caminho. Poderia ter sido um jogador melhor se não tivesse sido afetado por problemas externos", declarou Pelé, na China.

Já Ronaldo, disse na entrevista, segundo a agência de notícias "Associated Press", que quando deixar o futebol, "não quero ser um tipo de pessoa amargurada, comentando, dizendo besteiras", sem mencionar diretamente o nome de Pelé.

Na entrevista, Ronaldo disse que este tem sido "um dos anos mais difíceis de minha vida".