O Partido dos Trabalhadores (PT) quer maior empenho do governo federal para que a reforma política seja aprovada o mais rápido possível. A cobrança foi feita pelo presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, ao presidente Luiz Inácio da Silva na reunião que os dois tiveram ontem. No encontro que manteve por uma hora e meia com Lula, Berzoini manifestou preocupação com o andamento da agenda para aprovação da reforma partidária.

Ele pediu pressa e mais empenho do presidente e falou da necessidade de o governo tratar o assunto com prioridade. "Foi uma conversa para expressar a preocupação do partido com essa agenda", disse Berzoini ao Estado. "Precisamos rapidamente aprovar a fidelidade partidária, o financiamento público de campanha e o voto em lista", acrescentou.

Segundo Berzoini, essas três mudanças seriam importantes para mudar o cenário da política nacional. "Elas fortalecem os partidos, reduzem a possibilidade de oportunismo parlamentar e viabilizar uma estrutura mais confiável de governança para nosso País", comentou ao participar das solenidades de abertura da Feira de Negócios do Setor de Bioenergia (Feicana), hoje, em Araçatuba, interior de São Paulo.