Foto: Chuniti Kawamura/O Estado

Até barcos serão usados para transportar as urnas eletrônicas para locais como a Ilha do Mel.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) está entrando na reta final da preparação das eleições deste ano e a partir de hoje várias seções eleitorais do Estado já começam a receber as urnas eletrônicas. O transporte das urnas para 5.741 locais de votação vai ser feito pelos Correios nos 399 municípios do Paraná, até domingo. Segundo a assessoria da empresa, serão utilizados mil veículos no transporte, além de quatro barcos para efetuar a entrega nas ilhas, nas regiões de Guaraqueçaba e da Ilha do Mel.

Ontem foram organizados as rotas e os procedimentos para o envio das urnas e ficou decidido que, por questões de segurança e de logística, várias cidades já deverão receber o material das eleições nesta sexta-feira. Entre elas estão: Foz do Iguaçu, Cascavel, Francisco Beltrão, Campo Mourão, Pato Branco e outros 22 municípios. Segundo a assessoria dos Correios, outro motivo de se iniciar o transporte hoje, é que há lugares de difícil acesso para a distribuição das urnas eletrônicas.

De acordo com os Correios, 99% das urnas serão distribuídas pela própria empresa, ou seja, mais de 22 mil, das 23.578 que serão utilizadas nas seções eleitorais do Paraná. Em seis cidades, juízes eleitorais irão entregar as urnas: Campina Grande do Sul, Quatro Barras, Lapa, Ribeirão Claro, Morretes, Paranacity. A assessoria dos Correios informou que nestes locais a própria Justiça Eleitoral preferiu fazer a entrega.

Em Curitiba, as 3.355 urnas serão distribuídas no sábado pela manhã, a partir das sete horas. Hoje as vans dos Correios serão carregadas no próprio TRE, entre 17h e 20h.

Dados do TRE indicam que o Paraná tem 7.121.257 eleitores, dos quais 2.055.535 são de Curitiba e Região Metropolitana. Na capital vão trabalhar 16.875 mesários nas 3.375 seções eleitorais. E no interior serão 80.812 mesários nas 20.203 seções eleitorais, totalizando 97.687 no Estado.

Liberado

Os eleitores poderão usar livremente camisas, bonés e outros acessórios com menção aos seus candidatos no dia da votação, depois de amanhã. A decisão foi dada em sessão plenária realizada na noite de anteontem pela corte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por maioria, que decidiu que isso não será considerado crime eleitoral. De acordo com o TSE, a manifestação será permitida, desde que individual e silenciosa.

Segundo a decisão, o eleitor poderá manifestar apoio a ?partido político, coligação ou candidato, revelado no uso de camisas, bonés, broches ou dísticos, e pela utilização de adesivos em veículos particulares?. O mesmo, porém, informou a assessoria do TRE, não será permitido aos fiscais dos partidos. Eles poderão somente usar acessórios que tenham a sigla de coligação ou partido.

Lojas abertas

No domingo, lojas e shopping centers poderão abrir suas portas normalmente, desde que os lojistas permitam aos funcionários sair para votar. O mesmo valerá para um eventual segundo turno. A decisão foi tomada por unanimidade nesta semana na Sessão Administrativa do TSE, no julgamento de uma consulta apresentada pelo Sindicato dos Lojistas do Comércio Estabelecidos em Shopping Centers de Curitiba.