A educadora Neca Setubal, amiga e aliada política da ex-ministra Marina Silva (PSB), disse que uma das principais vitrines do governo Dilma Rousseff (PT), o programa de ensino técnico Pronatec, tem uma deficiência em termos de avaliação. “Estamos gastando bilhões no Pronatec e não tem uma avaliação sobre isso, não tem um dado sobre como isso acontece”, afirmou durante evento promovido pelo Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS).

Neca falou da importância de avaliar a educação pública para medir a eficiência dos gastos de governo. Segundo a educadora, que é herdeira do Itaú e foi alvo de críticas durante a campanha eleitoral pela proximidade com Marina, os políticos falam muito sobre a prioridade da educação e dos recursos para o setor, mas há pouca eficiência nos investimentos. Ela defendeu o desenvolvimento de instrumentos de transparência na gestão de educação, de controle social e de aprimoramento dos mecanismos de avaliação.

Ela falou também sobre a formação de professores, da formação inicial e da formação continuada. Em sua breve fala no evento, Neca sugeriu que o governo deve promover a participação mais ativa de universidades públicas e privadas na formação dos professores.

O evento do IDS trata de um projeto da associação para lançar uma plataforma de desenvolvimento com eixos de debate em torno da educação, cultura, proteção social, economia, qualidade de vida, política cidadã e política externa. A ex-ministra Marina Silva vai participar de uma mesa de debate que ocorre nesta sexta-feira.