Investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) aponta que o empresário Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB), seria o verdadeiro dono da oficina Providence. Segundo o depoimento do contar José Wilson de Souza, ele arcou com todos os custos da empresa. Souza declarou, também, que “sempre soube” que Abi era proprietário da oficina. As informações são da RPC TV.

De acordo com o Gaeco, Abi injetou R$ 423,8 mil na Providence entre março de 2013 – quando a empresa foi fundada – e fevereiro de 2015. O repasse foi feito através da empresa KLM, que, nominalmente, pertence a seu filho, mas, segundo as investigações, também seria controlada pelo próprio empresário. Esse valor foi repassado em dinheiro vivo, e pode ter sido ainda maior.

A reportagem informou, também, que o Gaeco suspeita que Ernani Delicato, diretor do Departamento de Transportes Oficiais (Deto), estaria articulando a subcontratação da Providence pela vencedora da nova licitação para a manutenção de veículos do governo, a empresa JMK.

Em nota, o governo do estado declarou à RPC TV que o contrato com a empresa Providence está suspenso desde o dia 17 de março, e passa por auditoria.