O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou na tarde desta sexta-feira (8), após sair da prisão em Curitiba, que não pensou que poderia estar fora do cárcere hoje.

“Não tenho dimensão do significado de eu estar aqui junto de vocês. A vida inteira estive conversando com o povo brasileiro, eu não pensei que no dia de hoje, eu poderia estar aqui conversando com homens e mulheres que durante 580 dias ficaram aqui”, afirmou Lula a manifestantes que se aglomeraram na sede da Polícia Federal. “Todo santo dia, vocês eram o alimento da democracia que eu precisava para resistir”.

As imagens da TV mostram empurra-empurra e disparos de fogos de artifício. Lula subiu em um palco no acampamento montado nas proximidades da Superintendência da Polícia Federa, no Santa Cândida, com apoiadores do MST e aliados petistas, entre os quais Fernando Haddad, Gleisi Hoffmann, Lindbergh Farias e Wadih Damous.

A ordem de soltura do petista foi dada, às 16h15, pelo juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba, menos de 24 horas depois de o Supremo Tribunal Federal declarar inconstitucional a prisão após condenação em segunda instância – caso de Lula.

Namorada

Namorada de Lula esteve o tempo todo ao lado do ex-presidente. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná
Namorada de Lula esteve o tempo todo ao lado do ex-presidente. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná

No discurso na saída da prisão, o ex-presidente fez questão de nomear diversos aliados e também apresentou sua nova namorada: Rosângela da Silva, conhecida como ‘Janja’. “Consegui a proeza de arrumar uma namorada preso”, disse o petista. Também filiada ao PT, Janja é socióloga e “engatou” namoro com o ex-presidente durante o período de Lula na detenção.

Ao vivo! Lula sai da prisão em Curitiba