O surfista e ambientalista paranaense Serginho Laus, 40 anos, recordista mundial de surf na Pororoca, organizou uma doação através do projeto Unidos pelo Surf de cinco toneladas para moradores das ilhas da baía de Paranaguá. Alimentos, produtos de limpeza, álcool em gel e máscaras foram levadas para moradores da Ilha do Mel, Superagui, Ilha das Peças, Ilha Rasa, e Gamelas.

LEIA MAIS: Leilão com itens de famosos e artistas junta dinheiro pra ração de 10 mil animais do PR

A ação voluntária ajudou cerca de 200 famílias durante a pandemia do coronavírus. A região, que ainda não tem casos confirmados de covid-19, está sendo atingida pela questão econômica, já que o turismo das ilhas está paralisado. 

“Ficamos o domingo inteiro engajados nas doações. Os carros saíram de Curitiba às 5h e ficamos até às 15h30 percorrendo as ilhas com cinco barcos diferentes. A comunidade está sendo muito solidária e todos estão precisando de ajuda neste momento”, explica Serginho Laus, residente da Ilha da Mel.

Foram doados 1.500 litros de água, 150 cestas básicas, 150 máscaras para as unidades de saúde das ilhas, e tubos de álcool em gel produzidos pela Utfpr. Participaram da atividade : as empresas Ouro Fino, Backwash, Brasil Surf, Somos mais Paraná Arquitetos, Lulu Surf treino e Associação dos Surfistas de Cristo.

“Agora estamos organizando mais um mutirão de doações para o início de junho. Creio que no dia 6 vamos fazer outra entrega com objetivo de atender 600 famílias. O que as comunidades mais estão precisando são os produtos de limpeza”, avisa o esportista. 

Quem quiser contribuir com doações para os moradores das ilhas de Paranaguá podem entrar em contato com Serginho Laus através do Instagram.

https://www.instagram.com/p/CAVWCBmD9uC/

A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?