Mais uma família paranaense foi dilacerada pela mistura de álcool e direção neste fim de semana. Dayane Carla Diniz, de 26 anos, e a filha dela, Maria Eduarda Diniz Sitta, de apenas seis, morreram na noite desse sábado (30) em um acidente na altura do quilômetro 406 da BR-158, em Laranjeiras do Sul, na região central do Estado. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o Gol em que as duas estavam, com placas de Cascavel, no oeste, foi atingido frontalmente por uma caminhonete Hilux conduzida por um homem de 44 anos. O motorista estava bêbado e não tem carteira de habilitação. Ele invadiu a pista contrária e foi o causador do desastre.

O impacto da batida foi tão grande que os dois veículos capotaram e o motor do Gol se desprendeu. Dayane e a filha ficaram presas nas ferragens e morreram na hora. Já o motorista da caminhonete teve apenas ferimentos leves.

Bêbado e preso

O teste de alcoolemia realizado pela PRF indicou a presença de 1,02 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelo homem, ou seja, constatou a embriaguez. Com isso, ele foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia da Polícia Civil.

Segundo informações apuradas no local do acidente, mãe e filha moravam em Rio Bonito do Iguaçu e retornavam de uma visita a familiares. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico-Legal de Guarapuava, também na região central.

Divulgação/PRF
Divulgação/PRF