Em abordagem

Militares que obrigaram homens baixarem as calças no Paraná são afastados pela Marinha

Durante abordagem os homens tiveram que abaixar as calças.
Durante abordagem os homens tiveram que abaixar as calças. Foto: Reprodução/RPC.

A Marinha do Brasil afastou militares envolvidos em uma abordagem na rodovia estadual PR-488, em Santa Helena, no Paraná. Imagens de câmera de segurança mostram os oficiais exigindo que os abordados abaixassem as calças para revista pessoal.

LEIA TAMBÉM:

>> Militares obrigam homens a abaixarem as calças no meio da rua durante abordagem no Paraná

>> Céu também é delas! Conheça a única copiloto do Grupamento de Operações Aéreas da Polícia Civil do Paraná

>> Aposta da Grande Curitiba fica a um número do prêmio milionário da Mega-Sena 2488

A corporação instaurou procedimento administrativo para apurar o episódio. O prazo para concluir a investigação é de 40 dias, prorrogáveis por mais 20.

Nas imagens, que chegaram ao conhecimento da Marinha na última segunda-feira (30), é possível ver os militares revistando os caminhoneiros.

Eles são levados, um a um, para a parte dianteira do veículo, onde são obrigados a abaixar as calças. A Marinha não informou se algum deles foi preso nem se havia algo irregular no caminhão ou na carga.

A ação ocorreu no posto de controle de trânsito, para inspeção de veículos e pessoas na região de fronteira do Brasil com a Argentina e o Paraguai.

Santa Helena fica a 107 km de Foz do Iguaçu. Na região, são constantes as apreensões de armas, drogas e produtos ilegais.

A ação integrou a operação Ágata Arco Sul-Sudeste, “a qual tem o propósito de contribuir para a prevenção, fiscalização, controle e repressão dos delitos transnacionais e dos crimes ambientais”, diz a Marinha, em nota.

A corporação informou que a operação Ágata teve início em 24 de maio e que o procedimento padrão em abordagem é tratar as pessoas com educação e respeito, sem nunca constranger o cidadão.

De acordo com a Marinha, os militares foram identificados e afastados da operação. Os nomes e o total de agentes não foram revelados.

José Inocêncio questiona Bento.
Renascer

José Inocêncio questiona Bento.

Deodora pede perdão a Zefa Leonel.
No Rancho Fundo

Deodora pede perdão a Zefa Leonel.