Mais um caso suspeito de coronavírus é monitorado no Paraná. Terça-feira (11), o Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen) enviou à Fiocruz, no Rio de Janeiro, amostras colhidas de um paciente suspeito de estar coma doença em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. Exames preliminares não indicaram resultado para outros vírus respiratórios. Não há nenhum caso de coronavírus confirmado no Brasil.

LEIA MAIS – Coronavírus: sintomas e como prevenir a doença que preocupa o mundo

O paciente é um menino de 7 anos que esteve na cidade de Taishan, no sul da China, país que é o epicentro da doença, onde 1.113 pessoas morreram de coronavírus. A criança retornou ao Brasil em 30 de janeiro e no dia 6 de fevereiro foi diagnosticado com sintomas leves de uma doença respiratória, com tosse e febre. A família não apresenta sintomas, mesmo assim está sendo monitorada em casa pela Vigilância Sanitária.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) orienta que todas as pessoas com problemas respiratórios, incluindo febre, tosse e dificuldade de respirar, que tenham ido para a China nos últimos 14 meses ou que tenham tido contato com pessoas com suspeita da doença devem procurar o serviço público de saúde.

Hospitais mobilizados

Mesmo sem nenhum caso confirmado, a Sesa está em alerta para o coranavírus. Para isso, 60 hospitais de urgência e emergência estão preparados para atender casos da doença.

Oitos destes hospitais são estratégicos: o Hospital do Trabalhador, em Curitiba; Hospital Universitário e Hospital São Lucas, em Cascavel; Hospital Universitário de Londrina; Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá; Hospital Universitário de Ponta Grossa; Hospital Municipal de Foz do Iguaçu; e o Hospital Regional de Maringá.