A Prefeitura de Curitiba está ampliando e modernizando os serviços de saúde oferecidos pelo Instituto Curitiba de Saúde (ICS), garantindo, com isso, melhor atendimento para mais de 43.000 servidores municipais (ativos e inativos) e familiares. O atendimento de qualidade, amplo e diversificado é uma garantia dada pela Prefeitura aos colaboradores, que também já podem contar com atendimento feito por novos equipamentos em espaços recém inaugurados. “A Prefeitura está investindo em melhorias para melhor atendimento aos servidores. Esta mesma qualidade será mantida, com a mesma abrangência a dependentes beneficiários”, garante o presidente do ICS, José Lupion Neto

O número de atendimentos no Instituto Curitiba de Saúde (ICS), que dá assistência de saúde aos servidores municipais e seus dependentes, cresceu 72% em três anos. Passou de 25.000 atendimentos por mês, em 2005, para 43.000 em 2008. O número de beneficiários também aumentou. Conta atualmente com 71.181 servidores e dependentes que usam a rede do ICS, 6.292 a mais que em 2005. Ou seja: mais pessoas usam cada vez mais os serviços do ICS.

Para atender à demanda crescente, o Instituto vem sendo ampliado e modernizado. Passou a oferecer infra-estrutura de hospital com atendimentos clínicos e especializados possibilitando também procedimentos no centro cirúrgico com equipamentos de última geração.

“Nos últimos três anos os investimentos serviram para remodelar o atendimento prestado no ICS e ampliar a infra-estrutura para atendimento possibilitando oferecer novos serviços”, afirma Lupion Neto. “Isso demonstra a clara preocupação em também garantir uma vida saudável e de melhor qualidade aos servidores do município”.

Ampliações

Investimentos promoveram também a ampliação do Centro de Promoção e Prevenção à Saúde, onde profissionais de áreas multidisciplinares estão reunidos para desenvolver os programas de orientação, de atividade física e outros. “A nossa proposta é trabalhar efetivamente na prevenção, identificando os problemas com antecedência para evitar a instalação da doença e reduzir os custos com procedimentos cirúrgicos”, afirma Lupion Neto.

Entre os programas desenvolvidos pelo Centro estão os de prevenção ao câncer de próstata e ao de colo de útero. A nova infra-estrutura do ICS possibilitou ampliar e modernizar equipamentos para o atendimento oftalmológico. Também são oferecidos aos beneficiários atendimentos odontológicos, de fisioterapia, de fonoaudiologia, de nutrição, de psicologia, além de outros multidisciplinares e exames que incluem os de imagem para diagnóstico.

Foram reformados e ampliados os consultórios odontológicos que ganharam novos equipamentos. Também foram ampliadas as salas para fisioterapia e fonoaudiologia e criada uma nova ala para o pronto-atendimento, onde são feitos, em média, 250 atendimentos diários. No local também funciona uma nova enfermaria, onde pacientes já tratados recebem atendimento e são acompanhados por equipes de enfermagem, e onde são realizados pequenos procedimentos cirúrgicos.

Foi criado um novo espaço onde ficam os supervisores médicos, de enfermagem e de odontologia. No local estão também consultórios oftalmológicos, de psicologia e nutrição. O ICS também conta com Núcleo Epidemiológico, para análises e estudos sobre os melhores tratamentos, de novas tecnologias e para o controle de dados.

Profissionais

O ICS conta com 112 médicos internos e 310 da rede contratada, 35 auxiliares de enfermagem, 76 dentistas, 67 auxiliares em odontologia, 4 psicólogos, 3 nutricionistas, 18 auditores médicos – 6 de enfermagem e 5 de odontologia -, além de equipe multidisciplinar para homecare (que faz o monitoramento e acompanhamento de pacientes que foram tratados).

O serviço também é chamado de ICS no Lar. “Marcamos em quadros e no mapa da cidade onde se encontram os pacientes que estão em casa, mas que precisam de cuidados e da observação”, disse a supervisora do homecare, Regina Maria de Abreu.

Outro serviço usado por mais de 2.000 pessoas por dia é o prontuário eletrônico com identificação do beneficiário pela impressão digital. As consultas podem ser marcadas pelo tele-atendimento 24 horas por dia com auditoria médica de plantão. A marcação é feita pelo (41) 3330-6100, que recebe em média 80.000 ligações por mês, média de 4.000 por dia.