enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Adiamento

Cida retira projeto de reajuste de 1% para servidores e discussão só vai rolar após as eleições

  • Por Gazeta Do Povo
Cida adiou discussão sobre projeto após contraproposta de deputados. Foto: Henry Milleo/Gazeta do Povo

Acuada na Assembleia Legislativa, a governadora Cida Borghetti (PP) anunciou nesta terça-feira (10) a retirada do projeto que previa o reajuste de 1% no salário dos funcionários públicos do Poder Executivo. A decisão veio após deputados de oposição apresentarem uma emenda que aumentava o porcentual de reposição para 2,76%, que é a inflação acumulada dos últimos 12 meses. Cida chamou a iniciativa dos deputados de “eleitoreira”, “irresponsável” e “inconstitucional”, além de dizer que agora a questão será analisada apenas após as eleições, com efeitos retroativos.

A governadora criticou ainda os deputados que agora assinaram a emenda que aumentava o porcentual de reajuste dos servidores, mas se abstiveram de votar ou votaram a favor do congelamento dos salários, na previsão do Orçamento, feita ainda no governo Beto Richa (PSDB). A alegação do governo para oferecer apenas 1% de reposição é que um índice maior acarretaria em descumprimento do teto de crescimento dos gastos públicos, acordado com o governo federal em um arranjo que permitiu um desconto no pagamento da dívida do estado com a União. Segundo a administração estadual, o valor a ser devolvido seria de R$ 1,9 bilhão.

Sobre o reajuste de 2,76% oferecido a outros poderes e órgãos (Legislativo, Judiciário, MP, TCE e Defensoria Pública), a governadora afirmou que ainda não há decisão sobre o que será feito em caso de aprovação na Assembleia Legislativa, em votação programada para esta tarde. Junto com a retirada anunciada hoje, o veto a esta reposição é uma das hipóteses consideradas dentro do governo.

Em entrevista concedida também nesta manhã, o líder do governo na Assembleia, Pedro Lupion (DEM), afirmou que o projeto do reajuste ao funcionalismo voltará à pauta quando a governadora julgar oportuno. Sobre o reajuste maior oferecido aos demais poderes, à exceção do Executivo, afirmou que a defesa é que o porcentual seja o mesmo para todos, mas que há de se respeitar a autonomia de cada poder ou órgão para conceder o reajuste que caiba no seu orçamento.

Após o anúncio do governo, servidores do Executivo ligados ao Fórum das Entidades Sindicais (FES) foram até o gabinete de Lupion para reivindicar que o reajuste maior, de 2,76%, seja votado na Assembleia. Sindicatos ligados ao funcionalismo e os deputados que apresentaram a emenda com o porcentual maior alegam que há recursos no caixa do estado disponíveis para o pagamento da reposição. 

Pra combater a corrupção, Cida Borghetti cria divisão policial especial no Paraná

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

11 Comentários em "Cida retira projeto de reajuste de 1% para servidores e discussão só vai rolar após as eleições"


Furacão das Américas
Furacão das Américas
10 meses 16 dias atrás

ja esta no esquema, se ela der agora o proximo nao pode prometer (pra nao cumprir depois) na campanha…

bando de fdp!!!!

Paulo Cesar
Paulo Cesar
10 meses 16 dias atrás

Estes percentuais não são reajustes são ESMOLAS. Uma inflação que beira a mais de 10% acumulada, fora as perdas dos anos anteriores por NÃO terem reajustado os valores salariais baseados nos índices inflacionários, agora querem condicionar ao resultado das eleições. Cade o TSE ou TRE para verificar?

alvaro santos
alvaro santos
10 meses 16 dias atrás

Essa madame só está interessada em pegar a aposentadoria como governadora. Outro lixo descartável.

Urubu  Malandro
Urubu Malandro
10 meses 16 dias atrás

ahhh sim e o povo é Trouxa neh ! Depois das eleiçoes pode Tudo e dane-se o Povo ..kkkkk

Ribas Tiago
Ribas Tiago
10 meses 16 dias atrás

A coleguinha do Beto Richa viu que não vai conseguir se eleger, vai ter que gastar o dobro da máquina em propaganda para tentar enganar os menos informados, essa farsa chamada Cida não me engana!

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas