Um surto de gripe suína provocou a morte de pelo menos 24 pessoas no Egito ao longo dos últimos dois meses. A informação foi divulgada hoje pelo Ministério da Saúde do país.

Desde 1º de dezembro do ano passado, 195 pessoas foram diagnosticadas com a doença. A maior parte dos casos foi registrada no Delta do Nilo e no Cairo.

Dos 195 pacientes diagnosticados, 24 morreram, disse Amr Qandeel, diretor de medicina preventiva do Ministério da Saúde do Egito.

Em 2009, uma pandemia de gripe suína levou autoridades egípcias a sacrificarem cerca de 300 mil porcos. O país teve mais de 15 mil casos confirmados, com 273 óbitos. Fonte: Associated Press.