Homens armados atacaram neste domingo a casa de um líder tribal favorável ao governo paquistanês, no sudoeste do país, e o mataram junto com oito membros de sua família.

Além do líder, Gazeen Khan, foram mortos três mulheres, três crianças e mais dois homens, informou uma autoridade da área do Baluquistão. Segundo o oficial, membros de um “comitê de paz”, uma milícia pró-governo local, mataram dois dos agressores e feriram outros três em retaliação ao ataque.

O Baluquistão é uma área de conflito causado por separatistas étnicos. Militantes ligados à organização fundamentalista islâmica Al-Qaeda também atuam na região. Fonte: Associated Press.