O Instituto de Ação Social do Paraná abriu edital de teste seletivo para contratação de 165 profissionais que irão atuar nas novas unidades destinadas a jovens infratores. As vagas são para a unidade de internação de Londrina e para as unidades provisórias de Santo Antônio da Platina, Umuarama e Fazenda Rio Grande. O concurso também irá selecionar pessoas para a unidade de Serviço de Atendimento Social (SAS) de Ponta Grossa.

Atualmente, o Paraná tem um déficit de 200 vagas no sistema de internação e internação provisória. Com a abertura dos novos centros, 140 vagas serão criadas, o que aproxima o estado de um ponto de equilíbrio no setor. “O Paraná ficou muito tempo sem investir nessa área, o que acabou gerando um descompasso entre a demanda e a capacidade de atendimento do governo. A abertura dessas unidades irá melhorar em muito a situação dos jovens infratores no estado”, explica o presidente do IASP, José Wilson de Souza.