O presidente Fernando Henrique Cardoso criticou hoje, durante cerimônia de anúncio de medidas de logística para a região Sudeste, governadores de oposição que, em razão de alguns desentendimentos com a política desenvolvida pelo governo federal, não conseguiram manter investimentos externos nos seus estados. “O governador Brito (Antônio Brito, na época do PMDB, hoje do PPS) foi parceiro muito ativo no meu primeiro mandato. E só não existe um pólo ainda maior, porque houve um certo desaguisado (desentendimento) no início da administração do novo governo (Olívio Dutra, do PT), que não entendeu a importância de concentrar, além da GM, a Ford”, afirmou o presidente.

No caso de Minas Gerais, o presidente lembrou que tentou estabelecer parcerias, mas os constantes desentendimentos com Itamar Franco (PMDB) impediram o governo federal de investir mais no estado. “Em Minas, não tive muita possibilidade de parceria. Tentei, não tive muita possibilidade e suponho que isso não prejudicou Minas, porque ele tem energia própria. Poderíamos ter dado impulso maior”, afirmou.