A produção de aço bruto em setembro atingiu 2,5 milhões de toneladas, queda de 13% em relação ao observado no mesmo período do ano passado, de acordo com dados do Instituto Aço Brasil (IABr). De janeiro a setembro a produção somou 25,253 milhões de toneladas, queda de 1,2%.

A produção de laminados foi de 1,667 milhão de toneladas mês passado, recuo de 23,1% na comparação com o mesmo mês do ano passado; em planos o volume produzido foi de 1,004 milhão de toneladas, queda de 19,9%; e em longos chegou em 663,2 mil toneladas, recuo de 27,5% ainda em relação ao observado em setembro do ano passado. No acumulado do ano até setembro a produção caiu 8,2%, 4,8% e 12,7%, respectivamente.

As vendas internas totais de produtos siderúrgicos, ainda segundo a entidade, foi de 1,481 milhão de toneladas, queda de 20,7% ante setembro de 2014. Em planos as vendas caíram 22,2% e em longos 18,5%, ainda se analisando em relação a setembro de 2014.

Já as vendas das usinas realizadas no mercado externo no mês passado subiram 31,6% em volumes para 1,593 milhão de toneladas. Em valores as exportações caíram 14,8% no período. O IABR considera para calcular vendas externas apenas os volumes faturados pelas usinas.

Por outro lado, a importação de aço foi de 224 mil toneladas em setembro, queda de 40,4% em relação a setembro do ano passado. Ante agosto houve alta de 9,8%.

O consumo aparente em setembro foi de 1,7 milhão de toneladas de produtos siderúrgicos, somando 16,9 milhões de toneladas no período de janeiro a setembro de 2015. Esses volumes representaram queda de 24,1% e 14,0% na relação anual.