A Receita adiou para 15 de agosto o prazo de encerramento das inscrições no Simples Nacional ou SuperSimples. Originalmente, elas seriam encerradas nesta terça. A nova data também vale para os pedidos de inclusão das empresas no parcelamento especial das dívidas tributárias em 120 meses e pagamento da primeira prestação.

Até segunda-feira, segundo balanço divulgado pela Receita, 1.474.480 empresas pediram para entrar no Simples Nacional. Os pedidos, porém, passarão por uma triagem porque nem todas as empresas são autorizadas a entrar no programa. Fabricantes de bebidas, armas e cigarros, além de escritórios de consultoria e jornalistas, não podem ingressar no Simples.

Para entrar no Simples Nacional, as empresas também precisam equacionar suas pendências com o Fisco. Segundo a Receita, 1,246 milhão das novas inscritas têm algum tipo de dívida.